Transportes Novo carro voador japonês esteve um minuto no ar

Novo carro voador japonês esteve um minuto no ar

O governo japonês ambiciona liderar nos carros voadores. O objetivo passa por ter automóveis voadores a transportar mercadorias em 2023 e passageiros nas cidades em 2030.
Bloomberg 05 de agosto de 2019 às 14:30

Estava dentro de uma jaula e apenas pairou no ar cerca de um minuto, mas o novo carro voador voou.  

 

Produzido pela NEC Corp, o veículo é essencialmente um grande drone com quatro hélices, que é capaz de transportar pessoas. A empresa de eletrónica japonesa fez a demonstração da nova máquina, que não transportou passageiros, num subúrbio de Tóquio esta segunda-feira. Equipado com uma bateria, o carro voador elevou-se cerca de 3 metros durante um curto espaço de tempo e depois pousou.

 

Apesar da apresentação nada espetacular e pouco dramática, traduz uma ambição muito maior: o governo japonês ambiciona liderar nos carros voadores. Isto depois de ter ficado para trás noutras tecnologias, como os carros elétricos e veículos autónomos. O objetivo do executivo passa por ter automóveis voadores a transportar mercadorias em 2023 e passageiros nas cidades em 2030.

 

"O Japão é um país com uma elevada densidade populacional pelo que os carros voadores podem aliviar o fardo do tráfego rodoviário", diz Kouji Okada, líder do projeto da NEC. "Estamos a posicionarmo-nos  como um agente impulsionador da mobilidade, fornecendo dados locais e infra-estruturas de telecomunicações para carros voadores".  

 

Nos últimos anos têm emergido no Japão uma comunicado de apaixonados dos carros voadores que acredita que o país tem o conhecimento em engenharia e o ambiente certo para desenvolver uma indústria global de carros voadores. Há já um fundo de capital de risco no Japão, denominado Drone Fund, para avançar na investigação de veículos autónomos em geral e carros voadores em particular.

 

Apesar desta demonstração ser a primeira por parte de uma grande companhia japonesa, a NEC não pretende avançar com a produção em massa de carros voadores. Já o seu parceiro Cartivator pretende avançar com o fabrico regular de carros voadores em 2026.

 

O modelo que foi hoje apresentado demorou um ano a ser desenvolvido. Tem 3,9 metros de comprimento, 3,7 metros de largura, 1,3 metros de altura e pesa 150 quilos. Tem sido testado numa jaula com 10 por 20 metros para evitar acidentes.

 

Dubai, Singapura e Nova Zelândia são alguns dos outros países que também estão a fazer testes com carros voadores. A Kitty Hawk, de Larry Page (fundador da Google) e a Uber também estão a avançar nesta área.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI