Empresas O calendário da quinzena de greves

O calendário da quinzena de greves

Arranca já esta sexta-feira uma vaga de paralisações, com destaque para os CTT e os transportes.
O calendário da quinzena de greves
Runo Simão/Negócios
Negócios 24 de outubro de 2013 às 20:34

25 de Outubro

 

Os CTT estarão em greve de 24 horas durante esta sexta-feira, dia 25 de Outubro. A empresa já tomou todas as precauções para que o correio prioritário seja entregue em tempo útil, segundo um comunicado dos Correios. "A convocatória é extensível às várias áreas da empresa, mas prevê-se que o serviço postal seja mantido e que todas as lojas próprias dos Correios se mantenham abertas. Os mais de 1.900 postos de correio explorados por parceiros dos CTT não serão afectados por esta greve", garante a empresa em comunicado.

 

O pré-aviso de greve foi entregue pelos sindicatos SNTCT, SINDETELCO, SINCOR, SINQUADROS e SINTTAV e abrange todos os trabalhadores dos CTT independentemente da filiação sindical. Além disso, "anteciparam a chegada aos Centros de Distribuição Postal de algum correio e preparam-se para, no sábado seguinte à greve, e de modo extraordinário, proceder à distribuição de correio nos domicílios, recorrendo a carteiros em número ainda a determinar", segundo o mesmo comunicado. 

 

31 de Outubro

O Metro de Lisboa deverá parar durante 24 horas. Normalmente, estas paralisações fazem com que seja necessário encerrar completamente o Metro.

 

2 a 9 de Novembro

A Transtejo e a Soflusa param três horas por turno de 2 a 9 de Novembro e os Transportes Colectivos do Barreiro (rodoviária) juntam-se "pela primeira vez à luta do sector" a 6 de Novembro, desde o primeiro serviço até às 12:00, segundo a Lusa.

 

7 de Novembro

No dia 7 de Novembro é a vez de os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal e da CP Carga fazerem greve de 24 horas, enquanto os da Carris param das 09:30 às 15:30 e os da STCP entre as 08:00 e as 16:00 deste dia.   




pub

Marketing Automation certified by E-GOI