Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PS propõe relançar rede de mobilidade eléctrica

António Costa quer incentivar a adopção de veículos mais amigos do ambiente. Para além do relançamento da rede MOBI.E, o PS quer criar um cartão único para pagamentos de serviços de mobilidade.

Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 20 de Maio de 2015 às 18:01
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

O Partido Socialista (PS) propõe "reabilitar e redimensionar" a rede de carregamento pública de veículos eléctricos, a MOBI.E. A medida integra o seu projecto de programa eleitoral apresentado esta quarta-feira, 20 de Maio.

 

No documento, o partido liderado por António Costa considera que o actual Governo "travou a fundo" o projecto por "puro preconceito político" Deste modo, acrescenta, o Executivo de Pedro Passos inviabilizou a "formação de um ‘cluster industrial’ na área. A mesma foi lançada em 2010, durante o Governo de José Sócrates.

 

O objectivo com o relançamento desta rede de carregamento de veículos eléctricos – aproveitando energia renovável – é uma das estratégias socialistas para "substituir a dependência" de combustíveis fósseis no transporte rodoviário. A meta é tornar Portugal independente do consumo deste tipo de combustíveis até 2050.

 

O PS deixa ainda o compromisso, por parte do Estado e das autarquias, em adquirir 25% de veículos eléctricos quando estas entidades renovarem as suas frotas. Outra das intenções é incentivar a partilha de carros e bicicletas (eléctricos ou não) nas cidades, promovendo uma articulação com o sistema de transportes públicos.

 

Nesse sentido, seria criado o chamado "Cartão da Mobilidade", um sistema de pagamento através do qual "o cidadão pode aceder a todos os serviços de transportes públicos, estacionamento, portagens, aluguer de veículos em sistemas partilhados ou carregamentos de veículos eléctricos".

 

O que é a rede MOBI.E?

O objectivo era "posicionar Portugal como país pioneiro no desenvolvimento e adopção de novos modelos energéticos para a mobilidade sustentável". O projecto arrancou em 2010, era então primeiro-ministro o socialista José Sócrates.

 

Estavam definidas duas fases de desenvolvimento. A primeira, até meados de 2001, abrangia 320 pontos de carregamento de veículos em 25 municípios da rede piloto. A mesma seria depois alargada a todo o território de Portugal Continental.

 

Os últimos dados mostram que a rede MOBI.E conta com 1.350 pontos de carregamentode veículos eléctricos em Portugal. Era esse o valor previsto para a segunda fase de expansão, comprovando que o projecto ficou parado deste então.

Ver comentários
Saber mais Partido Socialista PS António Costa Governo Portugal José Sócrates política economia negócios e finanças partidos e movimentos transportes governo (sistema) automóvel mobilidade energia
Outras Notícias