Transportes Quatro grupos estrangeiros querem vender comboios à CP

Quatro grupos estrangeiros querem vender comboios à CP

As espanholas CAF e Talgo, os alemães da Siemens e os canadianos da Bombardier querem entrar no concurso em que a CP vai adquirir 22 comboios para as suas linhas regionais. O negócio é de quase 170 milhões.
Quatro grupos estrangeiros querem vender comboios à CP
Carlos Gomes Nogueira anunciou o pedido de contratação de 22 comboios no Parlamento. O Governo autorizou.
Lusa
Negócios 18 de setembro de 2018 às 11:48

Há quatro empresas estrangeiras a preparar propostas de venda de comboios à portuguesa CP, no âmbito do processo de compra de 22 comboios, avaliado em 170 milhões de euros e autorizado pelo Governo.

 

As espanholas CAF e Talgo, os alemães da Siemens e os canadianos da Bombardier confirmaram ao Dinheiro Vivo que querem participar no concurso a lançar pela CP. À excepção da Talgo, todas estiveram no último concurso de compra de material circulante, que acabou abortado, em 2010.

 

A CP quer comprar 22 comboios, sendo que 12 são bimotor (diesel e eléctricas) e outras 10 unidades são eléctricas. O equipamento servirá linhas regionais, como proposto pela administração da empresa, liderada por Carlos Gomes Nogueira (na foto). 

 

O valor do investimento é de 170 milhões de euros, sendo que o Governo antecipa vir a conseguir um financiamento entre 50% e 75% através de Bruxelas.

 

O Governo já autorizou a empresa a repartir os encargos totais para este investimento – o primeiro em cerca de 20 anos – sendo que terão agora de ser lançados os concursos.

 

O material só deverá chegar entre 2023 e 2026. Até à sua chegada, a empresa portuguesa vai continuar a alugar o material à espanhola Renfe.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI