A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"Se for estendida a greve no porto de Lisboa haverá extensão dos serviços mínimos"

A ministra do Mar voltou a apelar aos operadores e aos estivadores que se sentem à mesa das negociações e considerou "gravosa" a situação no porto de Lisboa.

Bruno Simão
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 03 de Maio de 2016 às 16:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, frisou esta terça-feira no Parlamento que o Governo impôs serviços mínimos no âmbito da greve dos estivadores no porto de Lisboa por "necessidades básicas e impreteríveis", garantindo que "se for estendida a greve haverá extensão dos serviços mínimos".


"Esses serviços mínimos não foram fixados para violar qualquer direito à greve", afirmou Ana Paula Vitorino, garantindo que a decisão do Governo visou garantir que se satisfaçam "necessidades sociais básicas e impreteríveis", como acontece com os abastecimentos às regiões autónomas da Madeira e Açores e para atender situações que dizem respeito a perecíveis e animais vivos.  

A ministra garantiu também que esta terça-feira a informação que teve por parte da Administração do Porto de Lisboa (APL), confirmada antes de entrar na audição,é que "os serviços mínimos estão a funcionar" e "não há nenhum navio parado com perecíveis ou animais vivos".


A ministra do Mar, que garantiu que os operadores que têm saído de Lisboa têm passado a utilizar outros portos nacionais, frisou, contudo, os impactos da greve dos estivadores na economia da região.


"É uma situação gravosa", considerou Ana Paula Vitorino, acrescentando que continuará "a fazer a minha obrigação: apelar às partes para que voltem à mesa negocial e que sem preconceito tentem chegar a acordo nos dois pontos que faltam".


"Apelo a que se voltem a sentar à mesa e assinem o acordo colectivo de trabalho para porem um ponto final na situação de greve", afirmou Ana Paula Vitorino, que não deixou de criticar a atitude do anterior Governo relativamente às greves dos estivadores que duram desde 2012.  


(Notícia actualizada às 16:42 com mais informação)

Ver comentários
Saber mais Ana Paula Vitorino Parlamento Governo Lisboa economia (geral) governo (sistema) executivo (governo) economia negócios e finanças portos mar greves estivadores
Outras Notícias