Transportes Soflusa e Transtejo com 1,4 milhões para revisão de motores dos navios

Soflusa e Transtejo com 1,4 milhões para revisão de motores dos navios

Até à chegada de novos catamarãs, que deverá acontecer em 2020, o Grupo Transtejo terá de realizar intervenções nos navios existentes. A revisão dos motores avança depois da libertação de 1,4 milhões pelo Governo.
Soflusa e Transtejo com 1,4 milhões para revisão de motores dos navios
Diogo Cavaleiro 11 de abril de 2018 às 10:50

A Soflusa e a Transtejo têm 1,4 milhões para, em 2017 e este ano, reverem os motores dos seus catamarãs que navegam pelo Tejo, segundo a autorização do Governo.

 

Para 2017, as verbas a utilizar ascendem a 546 mil euros, a que se juntam 886 milhões para os encargos a suportar no próximo seguinte, de acordo com as portarias n.º 227 a 229, publicadas esta quarta-feira em Diário da República.

 

As obras são nos catamarãs Carnide e Fernando Namora e nos motores rotáveis Classe "Damen", tendo em vista "repor as respectivas condições de operacionalidade, designadamente a realização de serviços de revisão geral dos motores".

 

As portarias entram em vigor "no dia seguinte ao da sua publicação", pelo que a partir de amanhã as empresas de transporte já poderão dispor do dinheiro a usar em 2018. Isto porque os montantes para este ano económico ficam "ratificados" nos diplomas, o que não acontece com as do próximo. 

 

A definição das verbas, feita por João Leão, secretário de Estado do Orçamento, e José Mendes, secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, que tutela os transportes, é feita no dia para que a comissão de trabalhadores da Soflusa convocou um plenário, o que poderá levar a interrupção de carreiras.

 

No início deste ano, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, anunciou novos concursos para que a empresa possa receber 10 navios até 2022 (os primeiros quatro dos quais em 2020). Contudo, até à renovação da frota, tem de haver intervenções nos navios existentes: para este ano, disse o governante, estão previstas intervenções em cinco catamarãs da Transtejo e seis da Soflusa.

Pertencendo ambas ao Grupo Transtejo, a Soflusa assegura as ligações de Lisboa ao Barreiro, enquanto a Transtejo viaja da capital para Montijo, Seixal, Cacilhas, Porto Brandão e Trafaria.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI