Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Oposição à subconcessão da STCP tem 10 dias para se pronunciar

Os interessados neste processo têm agora 10 dias úteis para apresentar “observações” ao regulador. O prazo é fixado por um anúncio publicado esta segunda-feira, 19 de Outubro, pela Autoridade da Concorrência.

José Rebelo/Correio da Manhã
Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 19 de Outubro de 2015 às 10:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

O processo de subconcessão da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP) à Alsa, pelo período de 10 anos, já está no crivo da Autoridade da Concorrência.

De acordo com um anúncio publicado esta segunda-feira, 19 de Outubro, o regulador define o prazo de 10 dias úteis para a entrega de "quaisquer observações de terceiros interessados sobre a operação de concentração".

Assim sendo, esta fase do processo termina precisamente a 30 de Outubro.

A Alsa é a subsidiária espanhola do grupo britânico National Express Group. Com uma frota de 26 mil veículos, o National Express está presente em sete países, regista um volume de negócios de 2.500 milhões de euros e emprega 42 mil trabalhadores.

No início de Setembro, o Governo escolheu os franceses da Transdev e os espanhóis da Alsa para a subconcessão do Metro do Porto e da STCP, respectivamente. O Executivo estima que as poupanças anuais com as subconcessões possam chegar aos 18 milhões de euros.

"No caso da STCP, quem apresentou melhor proposta foi a empresa Alsa, que apresenta uma proposta cerca de 500 mil euros por ano melhor do que a proposta dos espanhóis [da TMB/Moventis] que não chegou a avançar", informou na altura o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro.

Ver comentários
Saber mais Sociedade de Transportes Colectivos do Porto STCP Autoridade da Concorrência National Express Group Governo Alsa Sérgio Monteiro economia negócios e finanças transportes transporte rodoviário economia (geral)
Outras Notícias