Transportes Transtejo com 90 milhões para comprar e manter 10 novos navios

Transtejo com 90 milhões para comprar e manter 10 novos navios

O Governo aprovou o plano de renovação da frota da Transtejo. A compra dos novos catamarãs vai custar 57 milhões, a que se somam mais 33 milhões para a sua manutenção. Os navios deverão começar a entrar ao serviço, de forma faseada, no final do próximo ano.
Transtejo com 90 milhões para comprar e manter 10 novos navios
Bruno Simão/Negócios
Maria João Babo 10 de janeiro de 2019 às 14:59

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira, 10 de janeiro, o plano de renovação da frota da Transtejo, que inclui a compra e a manutenção de 10 novos navios que serão movidos a gás natural.

O investimento na renovação da frota da Transtejo totaliza cerca de 57 milhões de euros e será essencialmente financiado pelo Fundo Ambiental, em cerca de 40 milhões de euros. Conta ainda com a comparticipação de cerca de 15 milhões do Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), sendo os remanescentes (cerca de 2 milhões) recursos próprios da empresa.

De acordo com o Ministério do Ambiente e Transição Energética, os navios deverão começar a entrar ao serviço, de forma faseada, no final do próximo ano, prevendo-se que, em 2024, já estejam operacionais todos os novos equipamentos.

Além da compra de 10 catamarãs, fica também garantida a respetiva manutenção, até 2035, por forma a assegurar adequados níveis de fiabilidade e disponibilidade dos navios, diz o Ministério de João Pedro Matos Fernandes. Para esta manutenção estão previstos outros 33 milhões de euros, o que elevará a 90 milhões o investimento da empresa de transporte fluvial.


Os catamarãs têm capacidade para transportar entre 400 e 450 passageiros vão reforçar as ligações entre Cacilhas, Seixal, Montijo e Cais do Sodré.


As novas embarcações vão ainda permitir melhorar a performance ambiental das ligações fluviais, reduzindo para cerca de metade as emissões de dióxido de carbono – uma descida de mais de 5 mil toneladas de dióxido de carbono equivalentes por ano, segundo o gabinete de Matos Fernandes.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI