Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Último voo da Spanair poderá estar para breve

A espanhola Spanair poderá estar prestes a fazer o seu último voo. Os jornais espanhóis afiançam que a transportadora aérea deverá anunciar em breve o cancelamento das suas operações.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 27 de Janeiro de 2012 às 18:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O conselho de administração da terceira maior companhia aérea espanhola acordou a suspensão das suas operações, garante o “Cinco Días”.

O diário económico “Expansión”, por sua vez, noticia que a AENA, empresa que gere os aeroportos espanhóis, está reunida com as companhias “ante o iminente encerramento da Spanair”, que emprega duas mil pessoas.

A AENA reuniu um grupo de companhias aéreas para preparar uma resposta e neste momento decorre uma reunião do Conselho de Administração da Spanair. Segundo o “El Periódico”, da Catalunha, a Direcção-geral da Aviação Civil do Ministério do Fomento participa no “gabinete de crise” formado por representantes de diversas administrações e representantes da companhia para “gerir o que ocorrer nas próximas horas”, noticiou a mesma fonte.

A Spanair está a contactar outras companhias aéreas para que estejam preparadas para oferecer alternativas aos seus passageiros perante a possibilidade da cessação iminente das suas operações, noticiou entretanto o “La Informacion”.

O “ABC”, por sua vez, destaca que a Spanair ainda permite reservar e comprar bilhetes no seu website.

Segundo o portal "20minutos.es", algumas Agências de Viagens já estão a proibir a venda de voos da companhia aérea. A Halcón Viajes notificou todas as suas sucursais de que, até nova ordem, não é permitido vender voos da Spanair.

A crise agudizou-se assim que a Generalitat da Cataluña decidiu não apoiar financeiramente a transportadora aérea nos últimos dois anos e se empenhou em formar uma companhia rival para a região da Catalunha.

Após a quebra sucessiva de negócio, a Spanair viu rejeitada a possível entrada da Qatar Airways no seu capital. A companhia do Qatar chegou a mostrar o seu interesse em adquirir 49% da Spanair.

A transportadora aérea do Qatar há muito que quer entrar no mercado europeu para expandir o seu negócio. Recorde-se que esta última chegou a analisar a possibilidade de entrar na privatização da TAP, um cenário que o CEO afastou num dos últimos encontros da Star Alliance.

O reforço de operação das companhias de baixo custo em Barcelona tem afectado o negócio da Spanair. A companhia aérea avançou para uma redução “drástica” dos seus preços para fazer face à concorrência, o que tornou o seu negócio inviável, segundo a imprensa espanhola

A Spanair tem actualmente uma frota de 29 aviões e emprega 2.000 pessoas.

Ver comentários
Saber mais Spanair Qatar easyJet Catalunha TAP
Outras Notícias