Turismo & Lazer Accor vai vender 85 hotéis na Europa, incluindo em Portugal

Accor vai vender 85 hotéis na Europa, incluindo em Portugal

O grupo francês iniciou negociações exclusivas com nova empresa de investimento hoteleiro para concretizar alienações em oito países europeus, no valor de 504 milhões de euros.
Accor vai vender 85 hotéis na Europa, incluindo em Portugal
Bruno Simão
Ana Serafim 28 de janeiro de 2016 às 20:36

A Accorhotels vai vender 85 hotéis do segmento económico e de preço médio em oito países europeus, incluindo Portugal, num negócio avaliado em 504 milhões de euros.

O grupo francês comunicou que iniciou negociações exclusivas para concretizar a alienação a uma nova empresa de investimento hoteleiro, detida em 70% pela Eurazeo e em 30% pela própria Accorhotels, que deverá estar operacional até ao final do primeiro semestre deste ano.

Aos dois parceiros poderá "muito rapidamente" juntar-se um terceiro investidor internacional, avança o comunicado do grupo divulgado na quarta-feira, 27 de Janeiro.

Sem especificar que activos pretende vender, a Accorhotel detalha apenas que 61 dos hotéis são em França, nove estão em território espanhol e os restantes 15 "estão espalhados por Itália, Portugal, Alemanha, Áustria, Bélgica e Países". Detalhando pelas suas várias marcas, a companhia indica ainda que serão 19 hotéis Novotel, 13 Mercure, 35 Ibis, 3 Ibis Styles, 14 Ibis Budget e ainda um Pullman, sendo esta a única que não opera no mercado português.

À nova entidade, a Accorhotel pretende vender 28 unidades hoteleiras e os interesses económicos nos 85 hotéis envolvidos no negócio por 146 milhões de euros. Os restantes 57 imóveis, detidos pela Fonciére des Régios, AXA IM – Real Assets e pela Invesco, mas abrangidos por uma cláusula de substituição para o comprador, serão vendidos por 358 milhões de euros, fixando o valor total da operação em 504 milhões de euros.

"A futura companhia terá acesso a recursos significativos para reestruturar e desenvolver o seu portefólio, incluindo um orçamento de mais de 100 milhões e euros para renovação de hotéis", indica a cadeia de hotelaria, que é uma das maiores de Europa.

Apesar do negócio, acrescenta, as marcas que opera nestes hotéis vão manter-se através de contractos de franchise de longa duração. As 85 unidades integradas na alienação serão renovadas nos próximos 36 meses.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI