Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Amorim Turismo fecha negócio para venda de 75% dos hotéis a fundo Oxy Capital

O presidente da Amorim Turismo, Jorge Armindo, com a alienação da maioria do capital de duas holdings que detêm os hotéis, manteve a gestão da operação hoteleira, adiantou ao Negócios.

Pedro Elias/Negócios
Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 20 de Novembro de 2014 às 12:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A Oxy Capital fechou um acordo com a Amorim Turismo para adquirir 75% das sub-holdings do grupo que controlam os três hotéis Lake Resort, Vilalara e Tróia Design Hotel, bem como o Casino de Tróia.

 

Ao Negócios, Jorge Armindo explicou que esta é "uma operação singular", uma vez que apesar da venda maioritária das subholdings Turyleader (que controla o Lake Resort e Vilalara) e dos Activos Grano Salis que controla o Tróia Design Hotel e o Casino, à Oxy Capital, através do Fundo Aquarius, a Amorim Turismo mantém a gestão.

 

"Estivemos a estudar várias alternativas e esta pareceu-nos a melhor para salvaguardar todos os compromissos que temos", detalhou Jorge Armindo.

 

Sem adiantar o valor da operação, Jorge Armindo adiantou que esta venda permite liquidar a dívida, tendo sido este o motivo para a tomada de decisão da operação. "Não foi pelo desempenho dos hotéis que decidimos vender, mas pela dívida", acrescentou.

 

O gestor explica ainda que esta operação permite "esperar por melhores dias", em termos de conjuntura do país e garante que a parceria comercial que celebrou com o Grupo Altis manter-se-á. Jorge Armindo manter-se-á como presidente do conselho de administração dos hotéis.

 

Fora desta operação ficam os casinos do Estoril e da Figueira da Foz. A operação ainda está sujeita a aprovação em Assembleia Geral e validação pela Autoridade da Concorrência.

 

A Amorim Turismo investiu 156 milhões de euros em todo o projecto de Tróia que inclui um hotel com 236 quartos, um centro de congressos e um centro de espectáculos para mil pessoas, além do casino.

 

A inauguração do casino aconteceu em 2011, altura em que Jorge Armindo previa facturar no primeiro ano um total de 10 milhões de euros.

 

O Lake Resort, no Algarve, foi o primeiro projecto hoteleiro do grupo, inaugurado em 2005, representando um investimento de 60 milhões de euros, composto por 192 quartos e 95 apartamentos de luxo.

 

Em 2007, a Amorim Turismo adquiriu a totalidade do hotel Vilalara, também no Algarve, por 25 milhões de euros, tendo feito um investimento de renovação que atingiu os 6 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais Oxy Capital Amorim Turismo Lake Resort Vilalara e Tróia Design Hotel Casino de Tróia Jorge Armindo Activos Grano Salis Fundo Aquarius Grupo Altis Estoril Figueira da Foz Autoridade da Concorrência
Mais lidas
Outras Notícias