Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ataques terroristas de Paris terão custado 270 milhões aos hotéis franceses

Um estudo da MKG conclui que hotéis da capital representam mais de metade das receitas perdidas. Em Paris, a taxa de ocupação caiu 3,4%, um valor superior à média nacional.

Rita Faria afaria@negocios.pt 19 de Janeiro de 2016 às 12:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Os ataques terroristas ocorridos a 13 de Novembro na cidade de Paris terão "custado" aos hotéis franceses cerca de 270 milhões de euros em receitas perdidas, e poderão continuar a penalizar as taxas de ocupação, revela um estudo da MKG, citado pela Reuters.

 

De acordo com a MKG, o sector hoteleiro ainda está este mês a sofrer os efeitos do atentado, embora as perspectivas apontem para uma recuperação a partir de meados de Fevereiro, desde que não haja mais nenhum incidente. A melhoria das condições económicas e a realização do Euro 2016 em França deverão ajudar a impulsionar as estadias em hotéis este ano, antecipa a agência que se dedica ao sector do turismo.

 

A capital francesa tem estado em alerta desde que 130 pessoas foram mortas nos atentados terroristas de 13 de Novembro, sendo das cidades mais afectadas pela quebra da procura no sector hoteleiro.

 

"Estimamos que a perda de receitas no sector hoteleiro francês seja de 270 milhões de euros, dos quais 146 milhões relativos a Paris", refere Vanguelis Panayotis, director de desenvolvimento da MKG, citado pela Reuters.

 

Os valores avançados pela MKG referem-se ao período entre Novembro de 2015 até Março de 2016.

 

Em Dezembro, o CEO da Accorhotels reconheceu que o maior grupo hoteleiro da Europa sentiu um "impacto económico real" dos ataques, com menos reservas de última hora para a segunda quinzena de Dezembro em comparação com o mesmo período do ano passado.

 

A taxa de ocupação dos hotéis franceses caiu 0,3% em 2015 para 65,4%, enquanto as receitas por quarto disponível aumentaram 0,1%. Em Paris, a taxa de ocupação desceu 3,4%.

 

 

 

Ver comentários
Saber mais Paris MKG hotéis ataques terroristas França Europa economia negócios e finanças
Mais lidas
Outras Notícias