Turismo & Lazer Fosun compra marca Thomas Cook por 12,7 milhões de euros

Fosun compra marca Thomas Cook por 12,7 milhões de euros

O conglomerado chinês Fosun, que era acionista da Thomas Cook, garantiu por 12,7 milhões de euros a propriedade intelectual da empresa que faliu em setembro e a marca.
Fosun compra marca Thomas Cook por 12,7 milhões de euros
EPA
Negócios 02 de novembro de 2019 às 14:34
A Fosun adquiriu a marca Thomas Cook e toda a propriedade intelectual do operador turístico que entrou em colapso em setembro. 

Na sexta-feira, 1 de novembro, a Fosun garantiu por 11 milhões de libras (cerca de 12,7 milhões de euros) a marca e a propriedade intelectual da Thomas Cook, o que, segundo o Financial Times, permitirá que o negócio do operador turístico possa ser revitalizado como agente online. 

Outros grupos estiveram na licitação, como a Tui, mas a Fosun conseguiu garantir a vitória. A Fosun era acionista, com uma posição superior a 18%, da Thomas Cook. Chegou a colocar, juntamente com outros investidores, em cima da mesa um pacote de ajuda de 900 milhões de libras em setembro, mas o plano colapsou depois da Thomas Cook não ter conseguido uns adicionais 200 milhões de libras que a teria salvado da falência. 

Esta aquisição por parte da Fosun inclui as marcas Casa Cook e Cook’s Club e outra propriedade intelectual como nome de sites, aplicações, redes sociais e domínios IP. A Fosun estará também na linha da frente para adquirir a posição da Thomas Cook na jointe-venture chinesa. 

Os ativos da Thomas Cook têm sido alvo de vendas, faltando alguns deles, como os "slots" em vários aeroportos que serão vendidos pela KPMG. 

A Fosun é já dona do Club Med e do Cirque do Soleil. 



pub

Marketing Automation certified by E-GOI