A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Número de hotéis em Portugal quase duplicou entre 2002 e 2012

O número de hotéis em Portugal quase duplicou entre 2002 e 2012, com um crescimento de 90%, passando de 520 para 988 unidades, indicam dados sobre o sector do turismo disponíveis na base de dados Pordata.

Bruno Simão/Negócios
Lusa 02 de Julho de 2014 às 00:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

De acordo com os números do Instituto Nacional de Estatística (INE) relativos ao turismo, que a partir de hoje passam a estar disponíveis na área Pordata Portugal, os hotéis eram praticamente metade dos 2.028 estabelecimentos hoteleiros existentes em 2012, e foram também o tipo de estabelecimento que mais cresceu nessa última década.

 

Tendo em conta os diferentes tipos de estabelecimentos hoteleiros, apenas os aldeamentos turísticos e os hotéis-apartamento tiveram um comportamento positivo entre 2002 e 2012 - último ano para o qual existem dados disponíveis na Pordata -, crescendo respectivamente 36,4% e 22%.

 

Já o número de pensões, motéis, apartamentos turísticos, pousadas e estalagens desceu em Portugal, com destaque para as estalagens, que desde 2002 sofreram uma diminuição de 39%, para apenas 51 unidades assim classificadas em 2012.

 

Por outro lado, os preços no sector não acompanharam o aumento do número de hotéis, tendo em conta o rendimento médio por quarto a preços constantes de 2006. Se nesse mesmo ano (primeiro com estes dados disponíveis), estes rendimentos foram de 34,6 euros por quarto de hotel, em 2012 tinham descido para 30,1 euros.

 

Já a directora da Pordata, Maria João Valente Rosa, olha para o passado mais distante, para destacar a evolução do turismo de habitação e em espaço rural. "Na realidade o turismo de habitação e no espaço rural aumentou muito nas últimas quase três décadas (de 1984 a 2012)", sublinha a demógrafa e docente universitária numa entrevista escrita à Lusa.

 

"Hoje, a capacidade dessa oferta [do turismo de habitação e no espaço rural] é cerca de 18 vezes superior ao que era, [de 103 unidades em 1984 para 1.045 em 2012]. Também, em termos de procura por este tipo de proposta, o número de dormidas passou a ser 26 vezes superior ao de meados dos anos 80", acrescenta, sublinhando que estes são "aumentos muito expressivos e claramente superiores aos verificados, por exemplo, nos estabelecimentos hoteleiros", sublinha.

 

Ainda assim, o nascimento de novas unidades desde 2002 não foi tão expressivo como o dos hotéis, tendo uma subida de 20,7%, indicam os números disponíveis na Pordata.

 

A base de dados criada e gerida pela Fundação Francisco Manuel dos Santos já tinha disponibilizado dados relativos ao turismo na Pordata Europa desde o verão de 2013, o que permitia "situar Portugal no contexto dos outros países da UE28 [União Europeia]", lembra também Maria João Valente Rosa.

 

Com a disponibilização, a partir de hoje, de dados acrescidos sobre o sector na Pordata Portugal, "haverá dados sobre tipos de turismo que julgamos relevantes no país - como por exemplo, dados sobre o turismo de habitação e o turismo no espaço rural - e permitirá uma análise temporal mais alargada, pois sempre que possível os dados recuam até à década de 1960". 

 

E quem sabe, no futuro, poderão vir a figurar também no mesmo portal números do turismo a nível municipal: "Além da permanente actualização de dados e de novos indicadores nesta área, será avaliada a possibilidade de disponibilizar este tema também na Pordata Municípios", indica a mesma responsável.

Ver comentários
Saber mais Pordata Portugal Instituto Nacional de Estatística Maria João Valente Rosa turismo
Mais lidas
Outras Notícias