Turismo & Lazer Turismo de Portugal e INE vão estudar perfil dos turistas internacionais

Turismo de Portugal e INE vão estudar perfil dos turistas internacionais

O desenvolvimento de novos indicadores estatísticos será o resultado do protocolo assinado entre as duas entidades. Objectivo é tornar mais eficaz a definição de políticas e a tomada de decisões no sector.
Turismo de Portugal e INE vão estudar perfil dos turistas internacionais
Bruno Simão/Negócios
Wilson Ledo 25 de março de 2015 às 12:23

O Instituto Nacional de Estatística (INE) e o Turismo de Portugal assinaram esta quarta-feira, 25 de Março, um protocolo de cooperação com vista ao desenvolvimento de nova informação estatística para o sector.

 

O primeiro passo passará por um inquérito ao turismo internacional, no período entre 2015 e 2016, para compreender aspectos como o perfil demográfico, gastos e motivos de deslocação dos visitantes estrangeiros e dos nacionais que viajam além-fronteiras.

 

O objectivo é, com a nova informação estatística, definir novas políticas para o turismo português. "Aqui é claramente o papel do Estado", defende o secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, reforçando a atribuição dos méritos pelo crescimento no sector aos empresários.

 

"Há recordes nos proveitos, nas receitas, nas dormidas", reforça perante os dados que têm vindo a ser apurados pelo INE. Adolfo Mesquita Nunes posiciona que estes não podem ser comparados "com dados parcelares" das associações, que já vieram contradizer os números apresentados pelo Governo.

 

Apesar de, na visão do secretário de Estado, a informação produzida para o sector do turismo já "ser suficiente" em termos de promoção, ainda faltam indicadores para conhecer melhor a procura e o seu impacto na economia nacional e, posteriormente, adoptar novas políticas.

 

Igual visão é partilhada pelo presidente do Turismo de Portugal. Para João Cotrim de Figueiredo, a quantidade de informação produzida para o turismo "não está ainda em linha" com as necessidades do sector.

 

A nova informação resultante deste protocolo será "orientada para a tomada de decisões mais realistas, mais orientadas para resultados e mais eficazes". Nesse sentido, está prevista a criação de um grupo de contacto permanente entre as duas entidades, para que sejam definidas prioridades e projectos específicos.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI