Turismo & Lazer Turismo terá impacto de mais de 40 mil milhões este ano

Turismo terá impacto de mais de 40 mil milhões este ano

O setor do turismo e viagens contribuiu para um em cada cinco euros de riqueza criada em Portugal no ano passado. E este ano o impacto do setor deverá superar os 40 mil milhões de euros, prevê um relatório internacional.
Turismo terá impacto de mais de 40 mil milhões este ano
Sérgio Lemos
Pedro Curvelo 29 de março de 2019 às 21:55

O setor do turismo e viagens foi responsável por um em cada cinco euros da riqueza gerada em Portugal no ano passado, num total de 38,4 mil milhões de euros, refere um estudo do World Travel & Tourism Council (WTTC) divulgado na passada sexta-feira. E este ano a fasquia dos 40 mil milhões de euros deverá ser superada.

Estes valores incluem os impactos diretos, indiretos e induzidos que o setor tem na economia. Assim, o impacto direto estimado foi de 14,3 mil milhões de euros no ano passado, devendo alcançar os 15 mil milhões este ano.

Nos impactos indiretos o WTTC inclui o investimento no setor, como a compra de aviões ou a construção de hotéis. Já os impactos induzidos contabilizam as despesas dos trabalhadores direta e indiretamente ligados ao setor.

Segundo o relatório, o setor cresceu 8,1% no ano passado, a maior taxa entre os países da União Europeia (UE), onde a média se cifrou em 3,1%, e uma das mais elevadas entre todos os países europeus.

O contributo total estimado do turismo e viagens para a atividade económica do país foi de 19,1%. Adicionalmente, o setor é responsável por 1,05 milhões de empregos em Portugal, o que representa 21,8% do total do país.

E as perspetivas para este ano são positivas, refere o WTTC. O crescimento do setor deverá situar--se nos 5,3%, o que elevaria a riqueza gerada para cerca de 40,4 mil milhões de euros, mais do que duplicando a média estimada para a UE, que é de 2,5%. No que respeita aos empregos ligados direta e indiretamente ao setor, a previsão é que atinjam os 1,2 milhões.

A presidente e CEO do WTTC, Gloria Guevara, refere, no relatório, que "o crescimento em Portugal deverá continuar em 2019. Portugal tem o potencial para aumentar a dimensão da sua economia ligada ao turismo e viagens ainda mais aumentando o setor do turismo de negócios". 

"Atualmente, os viajantes em negócios representam apenas 15% de todas as despesas no setor em Portugal contra uma média europeia de 21%", sublinha.

A longo prazo, o WTTC estima que o contributo total do setor ascenda a 51,2 mil milhões de euros em 2029, sendo o impacto direto previsto para esse ano de 18,9 mil milhões. Nessa data, o contributo do setor deverá cifrar-se em 1,24 milhões de empregos, dos quais 464 mil de forma direta.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI