Turismo & Lazer WTTC estima que Brexit sem acordo custaria 46 mil milhões e 700 mil empregos no turismo

WTTC estima que Brexit sem acordo custaria 46 mil milhões e 700 mil empregos no turismo

Um cenário de Brexit sem acordo custaria cerca de 46 mil milhões de euros ao setor do turismo na Europa e poderia levar à perda de 700 mil empregos nesta atividade económica.
WTTC estima que Brexit sem acordo custaria 46 mil milhões e 700 mil empregos no turismo
Sérgio Lemos
Pedro Curvelo 04 de fevereiro de 2019 às 09:25

Um cenário de Brexit sem acordo custaria cerca de 46,3 mil milhões de euros ao setor do turismo na Europa e poderia levar à perda de 700 mil empregos nesta atividade económica, adverte o World Travel & Tourism Council (WTTC).

Num relatório divulgado esta segunda-feira, o WTTC destaca que a indústria do turismo e viagens contribui com mais de 1,5 biliões de euros para o produto interno bruto (PIB) da União Europeia (UE), o que corresponde a 10,3% do total, e é responsável por 27,3 milhões de empregos, ou seja, 11,7% do emprego europeu.

No Reino Unido, o setor contribui com 244 mil milhões de euros para o PIB (10,5% do total) e dá emprego a quatro milhões de pessoas (11,6% do emprego total).

A análise do WTTC, fórum mundial da indústria de viagens e turismo, estima que uma saída do Reino Unido da UE sem acordo levaria à perda de 308 mil empregos no Reino Unido e de 399 mil postos de trabalho no resto dos países da União ao longo da próxima década.

Em termos de perdas no PIB, o WTTC antecipa uma perda de 21,2 mil milhões de euros no Reino Unido e de 25,1 mil milhões de euros para o PIB comunitário.

O estudo aponta várias medidas para minimizar o impacto de um "Hard Brexit": o Reino Unido continuar a ter acesso ao mercado único de aviação; a manutenção de não necessidade de vistos entre o Reino Unido e a UE; a mobilidade de trabalhadores do setor de turismo e viagens entre a União e o Reino Unido deverá continuar; cooperação ao nível da segurança para evitar controlos fronteiriços mais apertados e atrasos na circulação.

"O Reino Unido é a quinta maior economia mundial em termos de viagens e turismo. Dada a importância do setor para a economia britânica, é evidente que um Brexit sem acordo teria um impacto dramático num dos setores mais significativos para o Reino Unido", refere Gloria Guevara (na foto), presidente e CEO do WTTC, citada no comunicado.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI