Web Summit Casa Branca apela à Europa para criar "escudo tecnológico" face à China

Casa Branca apela à Europa para criar "escudo tecnológico" face à China

O responsável pela pasta da Tecnologia na Casa Branca critica fortemente o Governo chinês e aponta a chinesa Huawei como uma forma de estender o "autoritarismo" da China aos países do ocidente.
Casa Branca apela à Europa para criar "escudo tecnológico" face à China
lusa
Ana Batalha Oliveira 07 de novembro de 2019 às 16:28

O conselheiro de Donald Trump em matéria de tecnologia, Michael Kratsios, critica fortemente a ação do governo chinês e apela à Europa que se una a Washington para contrariar a expansão tecnológica chinesa.

Kratsios esteve no palco principal do Web Summit, em Lisboa, para divulgar a perspetiva da Casa Branca acerca da tecnologia. Depois de exaltar os feitos da humanidade nesta área, e em particular dos americanos, passou a críticas fortes à ação do Governo chinês, defendendo que este está a "subverter o sistema" que permite aos Estados Unidos e respetivos aliados terem sucesso no campo tecnológico.

"Enquanto trabalhamos juntos (americanos e aliados) devemos defender-nos de um Governo cada vez mais agressivo", declarou, referindo-se ao Governo chinês. Este mesmo Executivo "viola a privacidade de todas as pessoas lá (na China)" ao bloquear o acesso a informação e ao controlar as comunicações, acusou. A maior evidência de que este "autoritarismo" se está a estender para território estrangeiro está na Huawei, defendeu.

O mesmo responsável americano acredita que o sucesso tecnológico que atribui aos Estados Unidos provém de uma "liberdade sem paralelo" exercida por "pessoas livres que estão confiantes nos seus direitos fundamentais". Mais tarde no discurso, atirou que "a influência chinesa vai minar a liberdade dos cidadãos a nível global".

(notícia em atualizada às 17h47)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI