Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Margrethe Vestager quer regras mais apertadas para a privacidade de dados

Durante a sua intervenção no Web Summit a comissária europeia da Concorrência também deixou recados à Google: “Não interessa o que a Google já fez para os avanços da internet. Não podemos olhar para o lado quando mete em risco a concorrência”.

EPA
Sara Ribeiro sararibeiro@negocios.pt 07 de Novembro de 2018 às 14:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A comissária europeia para a Concorrência aproveitou o palco do Web Summit para falar sobre os actuais desafios da revolução digital. "Este é o sítio onde se molda o futuro, um futuro que evolui tão rapidamente que ninguém consegue dizer que tipo de tecnologia  vamos ter daqui a 20 anos. Mas podemos dizer que vai mudar as nossas vidas". Foi assim que Margrethe Vestager iniciou o seu discurso na edição deste ano do Web Summit, uma intervenção que foi alvo de fortes aplausos pelos presentes no Altice Arena. 

 

Como tecnologia afecta a "democracia" e a vida de todos os cidadãos", é preciso haver alguns cuidados neste campo, alertou. Até porque, "esta revolução é como uma montanha russa. Não sabes qual vai ser a próxima curva", exemplificou. "O desafio agora é saber se estamos seguros", atirou.

 

Margrethe Vestager sublinhou, porém, que a revolução digital tem "imensos poderes para fazer bem". Mas deixou o recado: "Com grandes poderes vêm grandes riscos. E não é um ataque estarmos a perceber que os riscos são reais", acrescentou.

 

"A tecnologia deu-nos acesso que não tínhamos antes. Os dados dão-nos um novo entendimento do mundo. Mas quando há uma só companhia que tem acesso a essa quantidade de dados (informação) torna-se difícil ter empresas para competir com elas".

 

A questão da importância da privacidade dominou o discurso da comissária. Uma questão cada vez mais importante tendo em conta que "ultimamente esta confiança foi quebrada com os dados roubados a que temos assistido. A boa notícia? As regras certas conseguem resolver estes problemas", referiu. 

 

"Temos que pensar que temos regras, e essas regras têm de ser seguidas para termos um espaço seguro", sublinhou. "A inovação torna a nossa vida melhor. Mas não é preciso pedir para as pessoas abdicarem de valores como democracia e independência para ter inovação".

 

Margrethe Vestager não terminou a intervenção sem deixar, contudo, um recado para a Google: "Há muitos anos a Google foi um dos nossos grandes inovadores. Mas porque é que todos os dados têm de estar na mão de uma só empresa? Não interessa o que a Google já fez para os avanços da internet. Não podemos olhar para o lado quando mete em risco a concorrência". 

 

Ver comentários
Saber mais Margrethe Vestager Web Summit Concorrência
Mais lidas
Outras Notícias