Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sem um inspetor em cada empresa, Governo prepara “grande investimento” no digital

"Estamos a preparar um grande investimento na abordagem digital para olhar para as relações de trabalho de uma forma mais eficaz", revelou a ministra do Trabalho e Segurança Social.

Mário Cruz/Lusa
Diana do Mar dianamar@negocios.pt 04 de Novembro de 2021 às 15:18
  • Partilhar artigo
  • ...

Quem não tem cão, caça com gato. Dada a impossibilidade de ter um inspetor do trabalho em cada empresa, o Governo planeia pôr a tecnologia ao serviço da fiscalização, recorrendo não só ao cruzamento de informações, mas também outros instrumentos, incluindo inteligência artificial.

"Estamos a preparar um grande investimento na abordagem digital para olhar para as relações de trabalho de uma forma mais eficaz", revelou a ministra do Trabalho e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, durante uma conversa na Web Summit.

"Tentamos reforçar o número de inspetores do trabalho e temos o maior número a operar", mas "não podemos ter um inspetor em cada empresa", afirmou Ana Mendes Godinho, reconhecendo as dificuldades até por "experiência própria", dado ela própria que exerceu o cargo de inspetora do trabalho.

Essa é a razão pela qual o Governo planeia dotar a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) de mais instrumentos – tanto legais como digitais - para atuar com maior eficácia perante situações como as que a pandemia pôs em evidência. "Vimos muitas pessoas desprotegidas, que não eram parte do sistema (…) e esta agenda [do trabalho digno] é abrangente e inclui várias coisas, incluindo dar à ACT mais ferramentas para, por exemplo, cruzar informações que as autoridades já dispõem", o que lhes permite "agir de forma muito mais eficaz" quando determinados tipos de situações são detetadas.

Ver comentários
Saber mais Web Summit Ana Mendes Godinho Trabalho e Segurança Social
Outras Notícias