Web Summit Wayve vence pitch Web Summit

Wayve vence pitch Web Summit

A start-up britânica Wayve venceu o concurso de pitch do Web Summit. O anúncio foi feito esta quinta-feira no palco principal.
Wayve vence pitch Web Summit
Reuters
Pedro Curvelo 08 de novembro de 2018 às 16:48

A empresa dedicada ao desenvolvimento de soluções de Inteligência Artificial (IA) para automóveis autónomos derrotou a norte-americana lvl 5, também especializada em IA para veículos autónomos, e a britânica FactMata, uma plataforma de identificação de "fake news".

A start-up britânica Wayve foi a vencedora do concurso de pitch do Web Summit deste ano, tendo sido escolhida entre as três companhias. Participaram neste concurso 168 empresas de 40 países.


A Wayve foi fundada por uma equipa do departamento de engenharia da Universidade de Cambridge e tem testado a tecnologia que desenvolveu nas ruas do Reino Unido desde Janeiro de 2018.

A Wayve aborda a questão dos automóveis autónomos com uma filosofia distinta: em vez de carregar o veículo com enormes quantidades de informação e mapas 3D, a start-up aposta numa lógica de tentativa e erro. E, garante, consegue que um veículo aprenda a seguir por uma faixa de rodagem em apenas 15 a 20 minutos. 

Esta abordagem, refere a Wayve, permite que com um algoritmo de aprendizagem o veículo melhore o seu desempenho a cada tentativa. Desta forma, defende a empresa, para conseguir inteligência robótica não é necessário enormes modelos, sensores sofisticados e dados intermináveis, mas sim de um processo de treino inteligente que aprenda de forma rápida e eficiente.

O concurso de pitch da edição deste ano do Web Summit contou com 170 start-ups à partida, que foram passando por várias rondas. Paddy Cosgrave, CEO da Manders Terrace, a casa-mãe do Web Summit, referiu, antes da entrega do prémio deste ano, que "as 20 empresas que alcançaram as meias-finais vão certamente dar muito que falar no futuro".

(Notícia actualizada às 19:03 com mais informação)




pub