Análises Deco Desafios do setor postal

Desafios do setor postal

Após o mau ano de 2018, o setor postal europeu tem recuperado pouco em 2019. O rendimento dos dividendos também é atrativo. Oportunidade para investir no setor?
Desafios do setor postal
Bloomberg
Deco Proteste 20 de agosto de 2019 às 11:30

A liberalização do mercado europeu dos serviços postais é uma realidade desde 2013. Inicialmente, a liberalização foi bem antecipada pelos operadores históricos.

Apesar do surgimento de novos concorrentes, os antigos monopolistas continuaram a dominar os respetivos mercados. Investiram na automatização dos centros de triagem e os ganhos de produtividade obtidos com as reduções de custos permitiram manter a rentabilidade.


No entanto, nos últimos anos, a situação alterou-se, com o declínio acelerado dos volumes de correspondência. Cada vez mais, os consumidores estão a usar o e-mail (faturas eletrónicas, declaração de impostos via internet) em detrimento da remessa física.

Embora os operadores históricos estejam habituados à erosão anual do tráfego de correio entre 0 e 5%, enfrentam agora quedas de até 10%. Assim, o aumento das tarifas postais e a compressão dos custos já não são suficientes para manter os lucros.

Motores de crescimento

Para compensar o declínio acelerado dos principais negócios, os operadores de correio apostaram nas entregas expresso. Nos últimos anos, este mercado expandiu-se com o crescimento do comércio eletrónico. Mais e mais utilizadores da internet compram online, garantindo um futuro brilhante para o mercado das entregas ao domicílio.

Embora as empresas postais estejam bem posicionadas para beneficiar desse crescimento, graças às suas capacidades logísticas e à proximidade aos clientes, a transição para esse novo modelo de negócio ficou aquém do esperado. Ao invés da atividade postal, o envio de encomendas é muito mais competitivo.

Os operadores postais têm de lidar com "players" internacionais, como FedEx, UPS e DHL (Deutsche Post). Esta forte competição pressiona os preços. Além disso, os investimentos e os custos estão em alta porque o tamanho dos pacotes afasta-se cada vez mais do formato padrão. Finalmente, se os operadores postais são relativamente dominantes no mercado interno, a expansão internacional (necessária para economias de escala) fracassa muitas vezes. A aquisição da norte-americana Radial pela belga Bpost provou ser uma má operação financeira. A PostNL está a tentar vender as empresas italianas e alemãs, deficitárias devido à forte concorrência local.

Dividendo sob pressão

Graças à estabilidade da atividade e dos resultados, as empresas de correio têm sido consideradas como títulos de qualidade e baixo risco. A sua capacidade de gerar liquidez e manter os custos sob controlo permitiu-lhes mimar os acionistas com dividendos elevados. Mas hoje, os investidores questionam a sustentabilidade dos dividendos distribuídos no passado.


Essas dúvidas foram recentemente reforçadas: a Royal Mail, operadora postal britânica, decidiu reduzi-los em 40% (de 25 para 15 pences por ação) e os CTT foram ainda mais drásticos ao reduzi-lo em mais de 70% (de 0,38 para 0,10 euros). A Bpost também não poderá manter o dividendo ao nível de 2018. Por fim, apesar de a PostNL ter adquirido a sua concorrente Sandd, anunciou que terá de suspender (temporariamente) o dividendo para financiar a operação.

Conselhos

Perante a aceleração do declínio do mercado histórico, as empresas postais já não são refúgios seguros e deve-se ser cauteloso com as suas perspetivas.

A Deutsche Post tem um balanço sólido e vantagem sobre os concorrentes graças à sua subsidiária de entregas expresso (DHL) com presença internacional. Mantenha.

A operadora britânica Royal Mail reduziu em 40% o dividendo. Recomendamos vender.

As perspetivas da Bpost, PostNL e CTT não são muito promissoras, pelo menos a curto e médio prazo.

O elevado rendimento dos dividendos não é suficiente para estarmos positivos sobre estas ações, até porque não descartamos novas más notícias. Contudo, as cotações estão a um nível demasiado baixo para vender. Enquanto aguardamos por melhores dias, pode manter os três títulos.




Marketing Automation certified by E-GOI