Análises Deco IMI: E na sua casa também poupa?

IMI: E na sua casa também poupa?

Apesar do aumento no valor de construção, ainda há muitos proprietários de imóveis que podem poupar no IMI do próximo ano se pedirem uma nova avaliação nas Finanças até 31 de dezembro.
IMI: E na sua casa também poupa?
Bruno Colaço
Deco Proteste 03 de dezembro de 2019 às 11:00
Muitas casas continuam a pagar imposto municipal sobre imóveis (IMI) a mais. E muitas outras estão a pagar o valor justo. A única forma de apurar se a sua casa está no primeiro ou no segundo lote é calcular o valor correto de IMI e confrontá-lo com o montante cobrado pelas Finanças.

Menos 78 euros todos os anos

Mais de 26 mil pessoas seguiram, nos últimos nove meses, a nossa recomendação, e simularam, em www.paguemenosimi.pt, o valor correto de IMI a pagar pelas suas casas. Em cada dez simulações, sete revelaram haver condições para poupar já em 2020. Em média, as poupanças rondam os 78 euros. No mapa ao lado, apresentamos as poupanças médias detetadas por distrito. Faro, Setúbal, Vila Real, Santarém e Açores destacam-se, com poupanças médias acima dos 80 euros. Se os proprietários pedirem, até ao final do ano, uma nova avaliação do seu imóvel, para efeitos de IMI, esse será o montante a poupar já no próximo ano e nos dois seguintes, já que as reavaliações só podem repetir-se a cada três anos. Apesar do aumento no valor de construção, ainda há muitos proprietários de imóveis que podem poupar no IMI do próximo ano se pedirem uma nova avaliação nas Finanças até 31 de dezembro.

Porque não compensa sempre?

A 1 de janeiro, o valor de construção de todas as casas subiu oficialmente de 603 para 615 euros por metro quadrado. No entanto, as Finanças não atualizaram esta parcela (que influencia o cálculo de IMI) em todos os imóveis. Apenas o fazem quando o imóvel é transacionado ou quando o proprietário solicita uma nova avaliação. Daí que nem sempre compense fazê-lo. Ao pedir a nova avaliação da casa, as Finanças irão atualizar todos os coeficientes. Uns poderão descer, como os referentes à antiguidade do imóvel (coeficiente de vetustez) ou à sua localização. Outros poderão subir, como o valor de construção. Entre subidas e descidas, pode haver margem para poupança. Nesse caso, avance com o pedido de avaliação às Finanças. Recomendamos que o faça pessoalmente, no balcão da área de localização do imóvel. Em princípio, ficará dispensado da apresentação de documentos de que os serviços já dispõem, como as plantas do imóvel, e apenas terá de assinar o modelo 1 do IMI, que o funcionário ajudará a preencher. Só tomando esta medida antes de 31 de dezembro garante que terá efeitos práticos já no próximo ano. Lembre-se, no entanto, de que, em 2018, os funcionários do Fisco fizeram greve nos últimos dias do ano, pelo que não será boa ideia deixar este assunto para tratar em vésperas do réveillon.


Preencha o modelo 1 do IMI nos serviço de Finanças até 31 de dezembro de 2019 para poupar em 2020.


Se apresentar o pedido através da internet - o que desaconselhamos -, não só terá de anexar um imenso rol de documentos, nem sempre fáceis de reunir, como terá de enfrentar sozinho a complexidade do preenchimento online do modelo 1 do IMI. Não compreendemos como é que este processo ainda não foi melhorado, dado o histórico vanguardista das Finanças em questões digitais. O pedido de avaliação do imóvel para efeitos fiscais continua, de facto, a ser muito mais fácil de concretizar ao balcão.


Simule o IMI da sua casa  (WWW.PAGUEMENOSIMI.PT)

Basta ter a caderneta predial do imóvel para simular, em poucos minutos, o imposto justo a pagar em 2020.

Caderneta predial
Descarregue-a no portal das Finanças, seguindo Cidadãos > Serviços > Prédios > Consultar Património Predial.

Valor fiscal
No nosso simulador, indique o valor patrimonial atual (ver caderneta predial) e o respetivo município. Confirme se a habitação é própria e permanente, e se é o seu único proprietário.

Dependentes
Selecione o número de dependentes do agregado. Alguns municípios concedem descontos a famílias com filhos.

Última avaliação
Indique a idade do imóvel e a data da última avaliação (veja na caderneta predial).

Coeficientes
Copie da caderneta a área do imóvel e os coeficientes de localização, qualidade, vetustez e afetação. Confirme ainda o coeficiente de localização atual (estes mudam a cada três anos) no portal das Finanças, em Cidadãos > Serviços > Prédios > Simulador de Valor Patrimonial.

Resultado
O resultado da simulação surge de imediato no ecrã e é remetido, com detalhes, para o email registado. Caso o sistema indique que ainda não pode pedir a atualização do valor da casa (por não terem passado três anos após a última revisão), acione o sistema de alerta, que o avisa quando já puder poupar no IMI.




Marketing Automation certified by E-GOI