Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CPR mantém notações A-1 e A-2, com tendência estável, à CIN

CPR mantém notações A-1 e A-2, com tendência estável, à CIN

Negócios negocios@negocios.pt 02 de Fevereiro de 2005 às 14:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

CPR mantém notações A-1 e A-2, com tendência estável, à CIN

Emitente

CIN – Corporação Industrial do Norte, S.A. (CIN)

Operações

1) Papel Comercial até 7 500 000 de euros (sete milhões e quinhentos mil euros) ou o contravalor em dólares dos Estados Unidos da América, ienes japoneses e francos suíços. As emissões têm garantia de reembolso atempado.
2) Papel Comercial até 15 000 000 de euros (quinze milhões de euros).
3) Papel Comercial até 10 000 000 de euros (dez milhões de euros).

Notações

1) A-1 com tendência estável, considerando a garantia de reembolso prestada de forma não solidária pelo Banco BPI, S.A., pelo Banco Totta & Açores, S.A., pelo Banco Comercial Português, S.A. e pelo Banco Espírito Santo, S.A., nas proporções de 49,(3%), de 24,(6)%, de 18,(3)% e de 7,(6)%, respectivamente, sendo válida até 29/06/2005.
2) A-2 com tendência estável, sendo válida até 8/03/2009, sendo necessário realizar um follow-up o mais tardar até 27/07/2005.
3) A-2 com tendência estável, sendo válida até ao vencimento dos programas a contratar, sendo necessário realizar um follow-up o mais tardar até 27/07/2005.

Data das Notações

28 de Janeiro de 2005

Período Analisado

1999 ao 1º Sem. 2004.

A Companhia Portuguesa de Rating, S.A. (CPR) é de opinião que a capacidade da Empresa honrar atempadamente os seus compromissos financeiros decorrentes das emissões a realizar ao abrigo do programa de papel comercial referido em 1) é muito forte (A-1) com tendência estável, na medida em que estas emissões têm garantia de reembolso prestada, de forma não solidária, por um conjunto de bancos. A capacidade da CIN honrar atempadamente os compromissos financeiros decorrentes das emissões a realizar ao abrigo dos programas de papel comercial referidos em 2) e em 3) continua forte (A-2), com tendência estável.

Esta notação poderá ser influenciada pelos seguintes aspectos, cuja evolução a CPR manterá sob observação: vendas e margens do Grupo CIN; e investimento, operacional e financeiro, a realizar e a sua forma de financiamento. Ficam também sob observação a eventual realização de operações adicionais de reestruturação da dívida de financiamento no sentido de aumentar a sua maturidade, e a evolução das taxas de juro, tendo em consideração que a totalidade do saldo da dívida de financiamento do Grupo no final de Set. 2004 encontrava-se a taxa de juro indexada.

Ver comentários
Outras Notícias