Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rating Grupo Mundicenter - Crescimento apesar da crise

Mesmo num contexto de profunda crise económico-financeira e com o tráfego nos centros comerciais a diminuir a nível nacional, o conjunto dos centros comerciais do Grupo Mundicenter manteve no primeiro semestre de 2010 uma performance positiva.

Negócios negocios@negocios.pt 22 de Fevereiro de 2011 às 17:11
(Actualização de rating)

Emitentes

1) e 3) Mundicenter S.G.P.S., S.A.1) e 2) Amoreiras Center – Sociedade Imobiliária, S.A.1) Urbaminho – Urbanizações do Minho, S.A.
Operações1) Papel Comercial – Até 5,0 milhões de euros2) Papel Comercial – Até 40,0 milhões de euros3) Papel Comercial – Até 20,0 milhões de euros
Notações1), 2) e 3) A-1, com tendência estável.
Data das Notações19 de Janeiro de 2011


T
endo por base a manutenção de uma performance operacional satisfatória, dado o contexto económico-financeiro nacional, de uma estrutura financeira sólida e de uma carteira de empreendimentos de qualidade a Companhia Portuguesa de Rating, S.A. é de opinião que a capacidade da Mundicenter SGPS, da Amoreiras Center e da Urbaminho para satisfazerem os compromissos financeiros decorrentes das emissões ao abrigo dos programas de papel comercial de que são emitentes e que são sujeitos a rating / follow-up é / continua a ser muito forte, pelo que lhes atribui / mantém a notação A-1, com tendência estável. Mesmo num contexto de profunda crise económico-financeira e com o tráfego nos centros comerciais a diminuir a nível nacional, o conjunto dos centros comerciais do Grupo Mundicenter manteve no primeiro semestre de 2010 uma performance positiva, suportada fundamentalmente pelo desempenho muito positivo do Braga Parque e do Spacio Shopping, a recolherem os benefícios da ampliação e da remodelação que sofreram.

Aumento de 17,5% no Resultado Líquido Esta performance traduziu-se em incrementos de 3,7%, para 36,0 M€, no volume de negócios do Grupo no primeiro semestre de 2010 e de 4,6%, para 13,8 M€, no resultado operacional, que complementado por uma forte melhoria dos resultados financeiros, levou a que o resultado líquido consolidado do Grupo Mundicenter aumentasse 17,1%, para 8,5 M€, o que representa uma rendibilidade do volume de negócios de 23,6% (mais 2,7 pp do que no primeiro semestre de 2009) e uma rendibilidade do capital próprio de 10,3%.

No fim de Junho de 2010 o Grupo Mundicenter apresentava uma autonomia financeira de 40,6%, face a 39,2% no final de 2009, num período em que o seu activo aumentou marginalmente para 404,6 M€, reflectindo o nível moderado de investimento realizado (concentrado sobretudo na terceira e quarta fases do Braga Parque). Note-se que o Grupo apresentava no final de Junho um valor muito significativo, 36,9 M€, de disponibilidades, pelo que a sua autonomia financeira calculada com o endividamento líquido das disponibilidades e considerando como capitais próprios os direitos de ingresso já recebidos de lojas em exploração ascendia a 45,0%, face a 42,8% no final de 2009.

A estimativa do Grupo Mundicenter para o ano completo de 2010, baseada em informação histórica dos primeiros nove meses deste ano, aponta para um incremento de 4,9%, para 75,9 M€, nos seus proveitos operacionais, que se traduz num significativo crescimento dos resultados operacionais, e para uma melhoria dos resultados financeiros, permitindo assim que o resultado antes de impostos do Grupo se aproxime dos 24 M€, face a 17,3 M€ em 2009 (2,2 M€ deste aumento decorre de alterações decorrentes da adopção do Sistema de Normalização Contabilística).

Perspectivas de Crescimento em 2011

Para 2011 o Grupo Mundicenter orçamentou um incremento de 3,9%, para 78,8 M€, nos seus proveitos operacionais, em resultado fundamentalmente da esperada melhoria da performance do Odivelas Parque, na sequência da sua remodelação e relançamento. Este incremento dos proveitos operacionais será complementado por uma política de contenção de custos, permitindo o crescimento dos resultados operacionais, que, mesmo perante uma previsão conservadora de resultados financeiros, levaria ao registo de valores próximos dos 25 M€ de resultados antes de impostos.

Relançamento do Odivelas Parque em 2011

O Grupo prevê para 2011 um esforço de investimento de 26,5 M€, concentrado na segunda fase do Oeiras Parque (que carece ainda de licenciamento) e nas remodelações do Amoreiras Shopping Center e do Odivelas Parque (que deverá já em Abril de 2011 ser relançado com um novo nome – Strada Shopping & Fashion Outlet – e com um mix de lojistas reforçado.

Economia 2011: recessão e Incerteza

As perspectivas positivas do Grupo Mundicenter para a sua performance em 2011 baseiam-se na solidez da quase totalidade dos empreendimentos que explora (a excepção, que o Grupo irá tentar resolver em 2011, é o Odivelas Parque), mas tem também subjacente um sentimento muito negativo relativamente à evolução da economia nacional, marcada pela crise das finanças públicas que já contagiou o sistema financeiro (cujo financiamento externo nos últimos meses se baseia quase totalmente no Banco Central Europeu) e por um conjunto alargado de medidas que o Estado tem vindo a tomar que, na tentativa de controlar o défice orçamental, têm penalizado fortemente o rendimento disponível dos consumidores. Sendo apontada como certa a recessão, a sua magnitude é altamente incerta, dada a enorme incerteza relativamente à suficiência do Orçamento de Estado 2011 para o objectivo pretendido, à capacidade de cumprir o orçamentado, à magnitude dos efeitos nocivos das medidas tomadas e a tomar sobre a economia, à evolução do financiamento da economia por parte do sistema financeiro nacional e ao comportamento dos mercados financeiros relativamente a Portugal, situações que poderão ter como corolário, com uma probabilidade muito significativa, o recurso de Portugal ao fundo de estabilização criado pela União Europeia, em conjunto com o Fundo Monetário Internacional (que deverá envolver medidas de austeridade extremamente significativas, com um impacto muito negativo em termos económicos e sociais).




Ver comentários
Saber mais CPR Rating
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio