Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Desistir? "Não utilizamos esse verbo"

A Acabamentos Têxteis de Barcelos exporta malha acabada para nove mercados. EUA e Japão são países onde a empresa está a arrancar

Desistir? "Não utilizamos esse verbo"
Filipe Pacheco filipepacheco@negocios.pt 09 de Agosto de 2011 às 09:55
Emprego | A Acabamentos Têxteis de Barcelos (ATB) emprega directamente 125 pessoas e, indirectamente, 226.



Quando se pergunta a Manuel Mano, accionista da Acabamentos Têxteis de Barcelos (ATB) em conjunto com Manuel Figueiredo, se a empresa já desistiu de exportar para algum mercado, a resposta surge pronta: "Não utilizamos esse verbo. Quem tem o direito de desistir é o cliente. Nós estamos no mercado para lhe criar oportunidades de crescer e/ou sobreviver".

A empresa de tinturaria e acabamentos têxteis, fundada em 1985 em Barcelos, exporta hoje malha acabada para nove países. O arranque da actividade exportadora ocorreu em 2005, dando sequência à "estratégia delineada pela gerência, que passou por criar um departamento de investigação e desenvolvimento com uma vertente comercial agressiva", conta Manuel Mano. A ATB liberta, aliás, 3% do seu orçamento anual para o sector comercial, acrescenta o responsável.

Por outro lado, a comercialização de malha acabada para a Turquia, Bulgária, Roménia, Lituânia, França, Itália, Espanha, Alemanha e Reino Unido possibilitou à empresa um crescimento sustentado nos últimos anos. A evolução da facturação da empresa assim o demonstra. Em 2008, a ATB facturou 17,6 milhões de euros. No ano seguinte, as vendas avançaram para os 20,1 milhões.

Em 2010, a empresa conseguiu um ligeiro aumento de facturação para os 20,5 milhões de euros. "Actualmente, a exportação situa-se entre os 85% a 90%" do volume de negócio da companhia, revela o empresário.

A ATB está associada actualmente com a empresa de tecelagem Etevimol. O que permitiu concretizar vantagens competitivas para as empresas. "Criámos um laboratório de desenvolvimento que coordena, na vertical, todo o processo. Somos um centro tecnológico e comercial", descreve o responsável.

Os postos de trabalho directos gerados pela ATB são actualmente 125. Indirectamente, a empresa dá emprego a 226 pessoas, revela Manuel Mano.

No ano passado, a ATB acabou o exercício com um resultado líquido de 1,2 milhões de euros, tendo ficado em linha com os lucros obtidos em 2009.

Manuel Mano reconhece que a competitividade é uma constante nos mercados para onde a empresa comercializa os seus produtos. O que não a impede de estar a abrir um novo ciclo, através do arranque nos mercados norte-americano americano e japonês. Um "desafio" que o sócio da ATB classifica de "interessante". "Hoje, os mercados são todos muito competitivos. Todos sabem e acreditam que podem fazer o mesmo. Mas 'candeia que vai à frente alumia duas vezes'", conclui o sócio da organização.






Perguntas a ...

Manuel Mano
Sócio da ATB

"Todos acreditam que podem fazer. Mas candeia que vai à frente alumia duas vezes"

Quando é que a empresa iniciou a sua actividade exportadora?
Em 2005.

Para que mercados a empresa exporta os seus produtos?
A Acabamentos Têxteis de Barcelos (ATB) exporta malha acabada para clientes europeus como a Turquia, Bulgária, Roménia, Lituânia, França, Itália, Espanha, Alemanha e Reino Unido.

Como surgiu a oportunidade de exportar para esses mercados?
Através da estratégia delineada pela gerência que passou por criar um departamento de investigação e desenvolvimento, com uma vertente comercial agressiva e libertação de 3% do orçamento anual da empresa para este sector.

Os mercados onde estão são muito competitivos? Como têm conseguido vencer essa concorrência?
Hoje os mercados são todos muito competitivos. Todos sabem e acreditam que podem fazer o mesmo. Mas "candeia que vai à frente alumia duas vezes" - o povo é sábio!

Quais as vantagens competitivas de uma empresa nas áreas de tinturaria e acabamentos de têxteis?
Nós somos mais do que isso, porque integramos a nossa tecelagem, Etevimol. Por esse facto, criámos uma laboratório de desenvolvimento que coordena, na vertical, todo o processo. Somos um centro tecnológico e comercial.

Entre 2011 e 2012 planeiam exportar para mais algum mercado? E de que forma?
Estamos a arrancar com os mercados americano e japonês, o que é um desafio interessante. Sempre com o contacto directo entre a ATB e o cliente.






Ideias-chave

Actividade exportadora da ATB assenta na investigação e no desenvolvimento


1. Empresa vende para nove mercados
A internacionalização do negócio da empresa de Barcelos iniciou-se em 2005, através da exportação de malha acabada. Turquia, Bulgária, Roménia, Lituânia, França, Itália, Espanha, Alemanha e Reino Unido são os mercados europeus para onde a empresa vende hoje os seus produtos.

2. Arranque da exportação nasce com aposta na investigação
A empresa começou a sua actividade exportadora na sequência da aposta na investigação. Em conjunto com a Etevimol, a Acabamentos Têxteis de Barcelos criou um laboratório de desenvolvimento. Para o sector comercial, a ATB liberta 3% do seu orçamento anual.

3. Aposta recente no Japão
A empresa de Barcelos está a alargar a actividade exportadora para outros continentes. Neste momento, está a dar-se o arranque da comercialização dos seus produtos no Japão e na América.

4. Facturação de 20,5 milhões
Os trabalhadores que a ATB emprega directamente são 125. No último ano, a empresa gerou uma facturação de 20,5 milhões de euros. Um ligeiro aumento em relação aos 20,1 milhões de euros de encaixe verificados em 2009.


Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio