Bolsa Acções e instrumentos de dívida do BES vão continuar suspensos na bolsa de Lisboa

Acções e instrumentos de dívida do BES vão continuar suspensos na bolsa de Lisboa

Esta suspensão só será levantada quando for prestada "informação relevante e segura sobre o emitente", comunicou o regulador do mercado de capitais.
Acções e instrumentos de dívida do BES vão continuar suspensos na bolsa de Lisboa
André Cabrita-Mendes 11 de setembro de 2014 às 19:41

A CMVM vai manter a suspensão da negociação das acções e de instrumentos de dívida do BES. O regulador de mercado anunciou esta quinta-feira, 11 de Setembro, que vai prorrogar a suspensão durante mais 10 dias úteis.

 

Foi assim anunciada a "prorrogação da suspensão da negociação das ações e dos instrumentos de dívida do Banco Espírito Santo". Esta suspensão só será levantada quando for prestada "informação relevante e segura sobre o emitente".

 

Vários instrumentos financeiros do BES foram suspensos a 4 de Agosto, depois de o Banco de Portugal (BdP) ter anunciado o resgate de 4,9 mil milhões ao BES. A suspensão de alguns destes instrumentos acabou por ser levantada a 5 de Agosto.

 

Depois de a CMVM anunciar a suspensão de instrumentos financeiros, o exemplo foi seguido pelas autoridades do Luxemburgo. O regulador do grão-ducado só voltou a dar luz verde à negociação de alguns instrumentos financeiros a 18 de Agosto, com cinco a permanecerem suspensos.

 

Já as acções do BES permanecem suspensas desde o dia 1 de Agosto, quando a cotação estava a cair mais de 40%. A suspensão aconteceu dois dias depois do banco ter apresentado prejuízos históricos de 3,5 mil milhões de euros.

 

 
Instrumentos de dívidas suspensos pela CMVM:

- BES PERPETUAL SERIE USD (código ISIN PTBEROOM0030)

 

- BES OBRIGACOES CX SUBORDINADAS 2011 (código ISIN PTBEQFOM0016)

 

- BES PERPETUAL (código ISIN PTBENBOM0021)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI