Bolsa SP&500 atinge novo máximo histórico

SP&500 atinge novo máximo histórico

As bolsas dos EUA arrancaram a sessão a subir, a beneficiar do otimismo gerado pelas negociações comerciais e pela expectativa crescente que a Fed volte a reduzir a taxa de juro já esta semana. O S&P500 sobe e já tocou num nível nunca antes visto.
SP&500 atinge novo máximo histórico
Reuters
Sara Antunes 28 de outubro de 2019 às 13:43

A sessão está a começar nos EUA de forma bastante positiva. As bolsas mantêm a tendência de subida registada na semana passada, animadas pelos progressos nas negociações comerciais entre os EUA e a China bem como da aproximação da reunião da Reserva Federal (Fed) dos EUA, na qual deve ser anunciado um novo corte de juros. Pelo menos esta é a expectativa dos investidores.

 

Neste contexto, o S&P500 está a apreciar 0,6% para 3.040,86 pontos, o que corresponde a um novo máximo histórico. Já o Nasdaq está a ganhar 0,71% para 8.301,45 pontos e o Dow Jones cresce 0,66% para 27.135,33 pontos.

O representante do comércio americano revelou ainda na semana passada que os EUA e a China estão prestes a fechar partes do acordo comercial. Já do lado chinês, houve uma confirmação no sábado de que as "consultas técnicas" de algumas partes do acordo estão praticamente terminadas, o que está a gerar mais otimismo em relação a esta questão, ainda que os investidores tendam a agir com cautela, uma vez que a guerra comercial já teve muitos avanços e recuos.

 

A centrar as atenções está também a reunião da Fed, que arranca na terça-feira e cujo resultado será conhecido no dia seguinte. As estimativas apontam para que a entidade liderada por Jerome Powell anuncie um novo corte de juros, o que também está a sustentar a negociação.

 

Uma nota ainda para o facto de o dia 28 de outubro ser historicamente o melhor dia do ano para negociar ações do S&P500 desde 1950, com um retorno médio 0,54%, de acordo com a CNBC, que cita Ryan Detrick, estratega da LPL Financial.

 

Outra questão que tem elevado os índices bolsistas é a época de apresentação de resultados. Os investidores partiram para este período com algum pessimismo, mas os resultados que têm sido divulgados até têm superado as estimativas. Nesta altura, de acordo com a Reuters, 199 cotadas do S&P500 já revelaram os seus números e neste universo 78% reportou resultados acima das previsões. Esta semana as atenções estarão voltadas para a Apple e a Alphabet, dona do Google.

 

Destaque para as ações da Tiffany, que estão a disparar mais de 28%, depois de ter sido revelado que LVMH, que detém a Louis Vuitton, avançou com uma proposta de compra, oferecendo 120 dólares por título. A subida de hoje está a elevar os títulos para 127 dólares.

 

A Spotify também se destaca com um ganho superior a 11%, depois de ter apresentado números do terceiro trimestre que superaram as estimativas dos analistas.

(Notícia atualizada às 14:00 com mais informação)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI