Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A semana em oito gráficos: Bolsas, euro e petróleo no pódio dos ganhos

As bolsas do Velho Continente e do outro lado do Atlântico ganharam terreno esta semana, animadas som a perspetiva de novas fusões e aquisições, assim como mais estímulos à economia norte-americana e os avanços de uma vacina contra a covid-19.

Europa estreia agosto no verde

Europa estreia agosto no verde
As bolsas europeias seguiram a tendência de Wall Street, animadas com a perspetiva de novas fusões e aquisições, assim como mais estímulos à economia norte-americana, se bem que o aumento de casos de covid-19 e as tensões EUA-China travaram maiores ganhos.

Praça lisboeta avança

Praça lisboeta avança
A bolsa nacional avançou 1,66%, com o PSI-20 a reduzir para 16,24% a queda no acumulado do ano. A praça lisboeta foi sustentada sobretudo pelos CTT e nem as perdas nas duas últimas sessões impediram um saldo semanal positivo.

CTT dão brilho ao PSI-20

CTT dão brilho ao PSI-20
A cotada do PSI-20 que mais subiu foi a Sonae Capital, mas foi a valorização dos CTT que mais puxou pela bolsa nacional, apesar da queda do título após a divulgação das contas semestrais, em que anunciou prejuízos.

Natixis anima Stoxx600

Natixis anima Stoxx600
O banco francês Natixis teve um dos melhores desempenhos do Stoxx600, depois de o seu CEO, François Riahi, anunciar que iria sair após os resultados dececionantes, sendo substituído por Nicholas Namias, que transita do “board” da casa-mãe BCPE.

Varian dá gás ao S&P 500

Varian dá gás ao S&P 500
A Varian Medical Systems escalou mais de 21% em Wall Street, sustentada pelo anúncio de que a alemã Siemens Healthineers a vai comprar por 16 mil milhões de dólares.

Dólar ainda débil

Dólar ainda débil
O euro continuou a ganhar terreno face ao dólar, com a nota verde a ser fragilizada pela perspetiva de uma retoma económica débil nos EUA, especialmente quando comparada com a Europa. Na sexta-feira, o dólar foi animado pelos bons dados do emprego, mas não bastou para um saldo semanal positivo.

Crude ganha com menos reservas

Crude ganha com menos reservas
As cotações do petróleo subiram, à conta da queda dos stocks de crude nos EUA, se bem que o ressurgimento de casos de covid-19 trave os ganhos pelos receios quanto à retoma da procura de combustível.

Juros do sul da Europa aliviam

Juros do sul da Europa aliviam
Os juros da dívida a 10 anos de Portugal, Espanha e Itália recuaram, ao passo que na Alemanha as “yields” subiram devido a uma menor procura pelas Bunds pelo facto de os juros estarem negativos.
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 08 de Agosto de 2020 às 09:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

As bolsas europeias e norte-americanas foram sobretudo impulsionadas pela perspetiva de novas fusões e aquisições e pela expectativa de distribuição de uma vacina para a covid-19, ao mesmo tempo que algumas empresas surpreenderam pela positiva na apresentação de resultados.

 

Também a expectativa de um novo pacote de estímulos nos EUA animou durante toda a semana os mercados accionistas, bem como o petróleo.

 

A travar maiores ganhos esteve o aumento das infeções por covid-19, que continua a suscitar receios.

 

O dólar continuou a ser pressionado pelas fracas perspetivas de crescimento económico nos Estados Unidos, em comparação com a Europa.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias