Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ásia impulsionada por dados económicos e OPA na Austrália

As acções asiáticas negoceiam em terreno positivo pelo quarto de cinco dias, animadas por dados económicos da China e do Japão e por uma oferta de aquisição na Austrália.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 01 de Abril de 2010 às 07:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As acções asiáticas negoceiam em terreno positivo pelo quarto de cinco dias, animadas por dados económicos da China e do Japão e por uma oferta de aquisição na Austrália.

O MSCI Ásia – Pacifico avança 0,9% para 126,24 pontos e acumula uma valorização de 11% desde o mínimo de mais de dois meses registado a 8 de Fevereiro, animado por alguns factores animadores como redução dos receios relativos ao endividamento de alguns países europeus e pelo compromisso da Reserva Federal, em manter as taxas de juro em mínimos “por um período prolongado”.

“Os dados vão continuar a ser suportar [as perspectivas crescimento económico], mesmo durante o segundo trimestre deste ano”, disse o gestor de fundos da Platyplus Asset Management, Prasad Patkar à Bloomberg. “O maior cepticismo ou prende-se com a segunda metade do ano, em que as actividade económica estar um pouco mais exposta, do na actividade induzida pelos estímulos, que nós estamos a ver agora”.

O Nikkei avançou 1,39% para 11.244,40 pontos e o Topix subiu 0,70% para 985,71 pontos, depois de um relatório do governo ter mostrado que a confiança entre os maiores industriais do país progrediu por um quarto trimestre consecutivo.

Em Hong Kong o Hang Seng apreciou 0,95% e o Shangai Composite valorizou 1%, animado pelo índice dos gestores de inventário na China subiu para 55 pontos em Fevereiro, ficando em linha com as estimativas do analistas inquiridos pela Bloomberg, segundo a agência para a indústria, Li & Fung Group. O resultado deste índice ficou em linha

“A economia está em boa forma e o crescimento ainda está a ganhar ritmo”, disse o gestor de fundos da Shangai Kingsun Investment, Dai Ming

A Lihir Gold, que é a segunda maior empresa mineira da bolsa de valores australiano, ganhou 33% para 4,04 dólares australianos, depois de ter rejeitado uma proposta de aquisição, feita pela Newcrest Mining, no valor de 9,2 mil milhões de dólares australianos.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias