Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Acções da Ásia animadas por especulação de retirada tardia dos estímulos nos EUA

As acções da região da Ásia e Pacífico estão a negociar em alta com os investidores animados pela perspectiva de que os Estados Unidos da América irão retirar os estímulos à economia mais tarde do que esperado.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 21 de Outubro de 2013 às 07:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O índice de referência para a Ásia está a prolongar os ganhos da última semana com os investidores animados pela perspectiva de que os Estados Unidos da América (EUA) irão adiar a retirada dos estímulos à economia, depois do impasse orçamental que culminou na semana passada.

 

O índice MSCI Ásia – Pacífico ascende 0,2% para 143,76 pontos, com cerca de dois títulos a valorizarem por cada um que deprecia. O índice prolonga assim a valorização de 1,80% que registou na semana passada, que foi marcada por dados económicos da China e pela resolução do impasse da dívida nos EUA.

 

“O mercado vai continuar a negociar impulsionado pela melhoria dos fundamentais da economia e um potencial adiamento da retirada dos estímulos pela Reserva Federal”, afirmou o gestor de fundos Angus Gluskie da White Funds Management à Bloomberg. “Apesar de o governo dos EUA necessitar de fazer mais para resolver a questão orçamental, vamos para 2014 com a perspectiva de uma recuperação sincronizada na Europa, EUA e Ásia”, afirmou.

 

As acções japonesas valorizaram apesar de as exportações do país terem crescido, em Setembro, ao ritmo mais lento do trimestre.O índice Nikkei 225 progrediu 0,91% e o Topix avanlou 0,57%. As vendas com destino ao estrangeiro avançaram 11,55%, após terem registado um avanço homólogo 14,6% em Agosto e com os economistas a apontarem para um avanço de 15,6%.

 

No resto da região da Ásia e Pacífico a sessão também foi de ganhos. O índice neozelandês NZX50 apreciou 0,9% e o australiano S&P/ASX200 progrediu 0,1%. O Hang Seng de Hong Kong ascendeu 0,5% e o Shangai Composite, da China, ganhou 1,5%. Na Coreia do Sul, a valorização do Kospi foi de 0,3%.

Ver comentários
Saber mais Ásia EUA Hang Seng Hong Kong Shangai Composite Coreia do Sul bolsa acções mercado China
Outras Notícias