Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Acções da PT fecham com ganho de 1,4% após aumento de capital da Oi

Analistas do BPI consideram que a conclusão do reforço de capital da empresa brasileira é positiva para os accionistas da Portugal Telecom.

Sara Matos/Negócios
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 29 de Abril de 2014 às 17:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

A conclusão com sucesso do aumento de capital da Oi teve um impacto positivo nas acções da Portugal Telecom, já que a operação, segundo os analistas do BPI, tem impacto positivo para os seus accionistas.  

 

As acções da Portugal Telecom subiram 1,42% para 3,01 euros. Já ontem, depois das notícias que apontavam para o sucesso do aumento de capital, os títulos fecharam a subir 3,52% para 2,968 euros.  

 

A Oi garantiu a colocação de 7,4 mil milhões de reais (2,388 mil milhões de euros) no aumento de capital realizado até segunda-feira, 28 de Abril, acima do limite mínimo de subscrição para que a fusão com a PT se concretizasse (7 mil milhões de reais). Os accionistas da PT vão ficar com 37,3% da Oi após o término da operação.  

 

Na nota de research diária de hoje os analistas do BPI dizem ter ficado com “sentimentos mistos” em relação ao impacto que a notícia tem para as acções da Portugal Telecom.  

 

“A conclusão com sucesso desta operação é obviamente positiva para os accionistas da Portugal Telecom e reduz a incerteza sobre o investimento” nas acções da companhia, salientam os analistas do BPI.  

 

Por outro lado, os mesmos analistas destacam que o encaixe da operação ficou “abaixo das expectativas”, pelo que existem “alguns riscos” para o período posterior à dispersão das acções em bolsa, já que denota que “a procura no mercado secundário poderá não ser forte”.    

 

Com a prestação positiva das duas últimas sessões, a Portugal Telecom reduziu as perdas anuais para 4,75%. A capitalização bolsista da companhia está agora em 2,7 mil milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais Portugal Telecom PT acções Oi aumento de capital da Oi
Outras Notícias