Bolsa Ações da Amazon podem chegar aos 3.000 dólares em dois anos, dizem analistas

Ações da Amazon podem chegar aos 3.000 dólares em dois anos, dizem analistas

As ações da retalhista americana poderão disparar 65% num período de dois a três anos, estimam os analistas.
Ações da Amazon podem chegar aos 3.000 dólares em dois anos, dizem analistas
Negócios com Bloomberg 24 de maio de 2019 às 16:34

Os títulos da americana Amazon podem atingir a fasquia dos 3.000 dólares nos próximos dois a três anos, preveem os analistas da Piper Jaffray, citados pela Bloomberg. Este patamar implicaria uma subida de 65% nas cotações atuais da retalhista.

"Temos um grande grau de confiança que as ações da Amazon podem alcançar este nível sem aquisições de grande dimensão ou outras mudanças substanciais ao negócio", escrevem os analistas da Piper.

Uma avaliação de 3.000 dólares por título implicaria uma capitalização bolsista de 1,47 biliões de dólares – acima do patamar do bilião de dólares que a retalhista disputava com a Apple. A "gigante da maçã" foi a primeira empresa norte-americana a receber o título de "trillion- dollar baby", ao tornar-se a primeira cotada nos Estados Unidos a tocar a fasquia do bilião de dólares.

A Amazon segue com ua subida de 0,41% no preço das ações, que estão a cotar nos 1.822,94 dólares. A retalhista já chegou contudo a subir quase 1,5% durante a sessão. Desde janeiro, a empresa valoriza 21,51% e conta com uma avaliação de 898,5 mil milhões de dólares. A manter-se a tendência, este será o quinto ano de ganhos para a Amazon, a qual viu as ações subirem 117,78% em 2015, quase 11% em 2016, mais de 55% em 2017 e cerca de 28% no ano passado.

De acordo com os dados compilados pela Bloomberg, a Amazon conta 49 recomendações de compra e apenas uma "manter" e outra "vender". O preço-alvo, que resulta da média dos analistas consultados pela agência, aponta para os 2.231 dólares, acima dos 2.225 dólares estimados atualmente pela Piper.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI