Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ações de crescimento dão impulso a Wall Street. JPMorgan trava maiores ganhos

As principais bolsas do outro lado do Atlântico encerraram em alta, animadas pelos ganhos das ações de crescimento, como a Amazon e Microsoft. Mas as perdas do JPMorgan impediram subidas mais acentuadas.

Reuters
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 13 de Outubro de 2021 às 21:27
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

O índice industrial Dow Jones foi o único que hoje não fechou no verde, tendo terminado o dia com um recuo muito marginal, nos 34.377,86 pontos.

 

Já o Standard & Poor’s 500 avançou 0,30%, para 4.363,80 pontos, e o tecnológico Nasdaq Composite somou 0,73% para se fixar nos 14.571,64 pontos.

 

Além do Nasdaq, o impulso dado ao S&P 500 veio também das tecnologias, numa sessão em que os investidores preferiram as ações de crescimento – que são os títulos que ‘fabricam’ o seu próprio crescimento, como é o caso das tecnológicas.

 

A travar maiores ganhos esteve o JPMorgan, que cedeu terreno e pesou no S&P 500, apesar de ter superado as expectativas dos seus lucros trimestrais.

 

O S&P 500 intensificou ligeiramente os ganhos depois da divulgação das atas da última reunião da Fed, que confirmaram que a retirada gradual de estímulos à economia (tapering) poderá começar em meados de novembro ou dezembro.

 

Os responsáveis da Fed permaneceram divididos quanto ao timing do início da subida dos juros diretores, com 9 dos 18 membros a apontarem para um aumento da taxa dos fundos federais já no próximo ano.

 

O Departamento norte-americano do Trabalho reportou hoje que o índice de preços no consumidor em setembro se fixou no nível mais alto dos últimos 13 anos, nos 5,4%, o que intensifica a perspetiva de uma subida dos juros pela Fed já no próximo ano.

Ver comentários
Saber mais wall street dow jones s&p 500 Nasdaq bolsas EUA
Outras Notícias