Bolsa Amazon e Alphabet perdem 100 mil milhões numa sessão e afundam Nasdaq

Amazon e Alphabet perdem 100 mil milhões numa sessão e afundam Nasdaq

A Amazon caiu mais de 7% após resultados decepcionantes e perdeu o estatuto de segunda maior cotada do mundo para a Microsoft.
Amazon e Alphabet perdem 100 mil milhões numa sessão e afundam Nasdaq
Reuters
Nuno Carregueiro 26 de outubro de 2018 às 22:08

As bolsas norte-americanas regressaram às sessões de fortes quedas, com os índices a serem castigados pela desvalorização forte que foi sofrida pela Amazon e pela Alphabet.

 

O Dow Jones caiu 1,19% para 24.688,31 pontos e o S&P500 desceu 1,31% para 2.670,13 pontos. Já o Nasdaq desvalorizou 2,07% para 7.167,2 pontos.

 

Apesar das quedas acentuadas, os índices fecharam com perdas inferiores ao registado a meio da sessão. O S&P500 chegou a cair mais de 2%, altura em que passou a acumular uma perda acima de 10% face ao histórico fixado a 21 de Setembro nos 2.940,91 pontos, entrando assim em território de correcção.

 

 

A sessão de hoje foi  espelho do que passou na semana, uma das mais voláteis do ano, com sessões de "sell off" seguidas de recuperações vigorosas

 

A sessão de hoje em Wall Street já tinha arrancada com vermelho carregado, com dois efeitos a condicionar a negociação: o PIB travou menos do que esperado, mas a época de resultados das tecnológicas está a desiludir.  

 

Por um lado, a economia norte-americana desacelerou menos do que o esperado. O PIB cresceu 3,5% no terceiro trimestre, abaixo dos 4,2% do segundo trimestre, mas acima da maior parte das previsões. Este crescimento deve-se principalmente ao consumo privado e público (gastos do Estado, especialmente em defesa).

 

Amazon superada pela Microsoft


Por outro lado, os resultados da Amazon e da Alphabet pressionaram o Nasdaq. A Amazon falhou as estimativas de vendas do terceiro trimestre e baixou as expectativas para a época de Natal, levando as acções a desvalorizar 7,82% para os 1.642,81 dólares.

 

As contas da Bloomberg mostram que a capitalização bolsista da Amazon, quando as acções caíram mais de 10% a meio da sessão, recuou 86 mil milhões de dólares, o que entra para a lista das cinco maiores perdas de valor de uma cotada num só dia.

 

Com esta queda, a Amazon perdeu o posto de segunda maior cotada do mundo, com a capitalização a ficar pouco acima dos 800 mil milhões de dólares. Bem longe da barreira de 1 bilião de dólares que a empresa de comércio online chegou superar, um feito que só tinha sido atingido pela Apple.

 

Agora é a Microsoft que tem o estatuto de segunda maior cotada de Wall Street, com a empresa do Windows a beneficiar dos bons resultados apresentados após o fecho da sessão de quarta-feira. Hoje as acções caíram 1,24%, depois de terem disparado 5% na sessão anterior.

 

No caso da Alphabet, as acções fecharam a cair 1,8% para 19,84 dólares, a aliviar de uma descida que chegou a superar os 5%. As acções foram penalizadas pelas receitas abaixo do esperado e pela crescente preocupação à volta da regulação, sendo que capitalização bolsista chegou a recuar 38 mil milhões de dólares.

 

Juntas, a Amazon e a Alphabet chegaram a perder 100 mil milhões de dólares na sessão de hoje, um valor a fazer lembrar a queda da capitalização bolsista do Facebook quando a rede social apresentou os resultados do segundo trimestre.

 

"A aversão ao risco está bem viva esta sexta-feira, uma vez que os lucros no sector tecnológico foram mais fracos do que o esperado", refere o Craig Erlam, analista da Oanda, à Reuters. No entanto, ainda muita tinta correrá sobre a sessão de apresentação de resultados do terceiro trimestre, o que poderá inverter esta tendência. Para já, "os investidores ainda não tiveram o impulso que bem precisam", assinala.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI