Bolsa Amazon fecha finalmente a valer 1 bilião de dólares

Amazon fecha finalmente a valer 1 bilião de dólares

A empresa de comércio eletrónico liderada por Jeff Bezos já tinha atingido uma capitalização bolsista na casa do bilião de dólares, mas nunca tinha conseguido fazê-lo em valores de fecho.
Amazon fecha finalmente a valer 1 bilião de dólares
Mike Segar/Reuters
Carla Pedro 04 de fevereiro de 2020 às 23:56

A Amazon tornou-se uma "trillion-dollar baby" em valores de fecho. Aconteceu na sessão desta terça-feira, ao encerrar a 2,27% para 2.049,67 dólares, e com a sua capitalização bolsista a ascender a 1,02 biliões de dólares.

 

Na passada quinta-feira, 30 de janeiro, a retalhista online superou as expectativas dos analistas em toda a linha relativamente às suas contas do quarto trimestre de 2019: lucros, receitas e vendas de serviços na Web ficaram acima do esperado. Resultado: escalou no "after hours" da bolsa, continuou a subir na sessão formal do dia seguinte e chegou de novo ao patamar de "trillion-dollar baby", mas sem conseguir encerrar com esse estatuto. Hoje foi o dia em que finalmente aconteceu.

 

Desde sexta-feira passada que a empresa de comércio eletrónico liderada por Jeff Bezos andava a flirtar com esse valor e a juntar-se por breves momentos ao clube dos 13 digitos de valor de mercado (o mesmo tendo acontecido também em julho do ano passado). Esta terça-feira aguentou-se até ao toque do sino do fecho da sessão.

 

A Amazon é a quarta cotada norte-americana – e todas são tecnológicas – a fechar na casa do bilião de dólares de capitalização bolsista. Junta-se assim à Apple, à Microsoft e à Alphabet.

 

A Alphabet, que é a casa-mãe da Google, entrou neste clube de elite pela primeira vez no mês passado.

 

A nível mundial, a lista das "trillion-dollar babies" inclui também a petrolífera estatal saudita Saudi Aramco.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI