Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Analistas: Redução da posição da família vai "assegurar interesse" na Mota-Engil

A venda das acções da Mota-Engil não foi bem recebida pelos investidores e levou as acções a sofrerem a maior queda desde Julho, penalizadas pelo desconto a que as 34,3 milhões de acções foram vendidas. O título poderá continuar a ser penalizado no curto prazo, mas os analistas aplaudem a operação que aumentará o interesse dos investidores nos títulos da construtora.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 26 de Fevereiro de 2014 às 19:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A Mota-Engil, em conjunto com a família Mota, colocou à venda 16,8% do capital da empresa. Com esta operação, a construtora liderada por Gonçalo Moura Martins consegue "assegurar o interesse dos investidores na Mota-Engil, evitando que a cotação da unidade africana em bolsa retirasse visibilidade e liquidez à casa-mãe", defende Steven Santos, gestor da XTB Portugal.

 

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Mota-Engil acções venda Gonçalo Moura Martins analistas
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias