Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Benfica passa para a liderança da bolsa após vitória no “derby”

As acções do Benfica sobem mais de 8%, aumentando os ganhos desde o início do ano para 20%, o melhor desempenho na bolsa nacional. Já os títulos do Sporting e do FC Porto perdem mais de 20% em 2016.

Rui Barroso ruibarroso@negocios.pt 07 de Março de 2016 às 10:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Benfica venceu o "derby" frente ao Sporting e passou para a liderança do campeonato. Na bolsa, as acções da SAD encarnada estão a reagir positivamente. Sobem 8,52% para 1,248 euros esta segunda-feira. Com esta valorização, as acções do Benfica levam já um ganho de 20% desde o início do ano.

É a maior subida na bolsa nacional. A fechar o pódio das valorizações estão as acções da Jerónimo Martins e da Cimpor, com ganhos de 16,13% e 14,94%, respectivamente. Além da liderança na bolsa portuguesa, as acções do Benfica estão ainda na lista dos quatro clubes de futebol que mais sobem na Europa.

A liderar os ganhos no Stoxx Football estão os turcos do Besiktas, que já duplicaram de valor em 2016, e do Trabzonspor, que sobe 45%. No terceiro lugar estão as acções do Aarhus, clube dinamarquês, com ganhos de 30%.

Sporting e Porto nos últimos lugares

Apesar dos ganhos do Benfica este ano, as acções do Sporting e do FC Porto não conseguem comportamento positivo. Têm mesmo o pior desempenho em 2016 dos 22 clubes europeus que estão cotados no Stoxx Football.

As acções do Sporting perdem mais de 28%. Isto depois de em 2015 terem ganho quase 130%, o melhor comportamento na bolsa portuguesa e no índice das SAD europeias. Já os títulos dos azuis e brancos cedem 22,86% desde o início do ano.

Tanto o Sporting como o FC Porto mostraram prejuízos nas contas do primeiro semestre fiscal, enquanto o Benfica conseguiu manter lucros, apesar de uma redução de 65% do resultado líquido.

Os especialistas defendem, no entanto, que nem sempre o comportamento das acções dos clubes reflecte o desempenho desportivo e financeiro das equipas. E defendem que não são títulos convencionais, já que além da liquidez reduzida, que tanto se pode reflectir em grandes subidas ou descidas, são um investimento que pode ter um lado mais emocional do que racional. 

Ver comentários
Saber mais Benfica Sporting SAD Jerónimo Martins Cimpor Stoxx Football Porto FC Porto SAD europeias desporto futebol
Mais lidas
Outras Notícias