Bolsa Aprovação de orçamento federal temporário pelo Senado não impede queda de Wall Street

Aprovação de orçamento federal temporário pelo Senado não impede queda de Wall Street

As bolsas norte-americanas terminaram a semana no vermelho, pressionadas pelos receios de um impasse político nos EUA, numa altura em que se discute o Orçamento federal e o aumento do tecto da dívida.
Aprovação de orçamento federal temporário pelo Senado não impede queda de Wall Street
Bloomberg
Negócios 27 de setembro de 2013 às 21:18

O Senado norte-americano aprovou hoje um orçamento federal temporário, sustentando a proposta de financiamento das actividades do governo até 15 de Novembro e retirando o travão ao financiamento da reforma do acesso aos cuidados de saúde apresentada pelo presidente Barack Obama (a chamada ‘Obamacare’).

 

Mas agora a proposta tem de regressar à Câmara dos Representantes, prevendo-se um fim-de-semana de intensas negociações, sublinha a Bloomberg. A proposta tem depois de ser devolvida ao Senado e aumentam os receios de que não esteja aprovada pelas duas câmaras do Congresso antes de 30 de Setembro, data em que termina o actual ano fiscal nos EUA.

 

O Departamento norte-americano do Tesouro já veio advertir esta semana que o governo de Barack Obama poderá ficar sem dinheiro antes da data prevista. Caso não haja acordo para o aumento do tecto da dívida pública [o chamado ‘debt ceiling’], o dinheiro disponível pode acabar a 31 de Outubro. Um evento que faz recordar o que aconteceu em 2011, altura em que as agências de “rating” ameaçaram cortar a notação financeira do país, ameaça essa que foi concretizada pela Standard & Poor’s.

 

A discórdia entre democratas e republicanos quanto ao aumento do tecto de endividamento pode determinar a incapacidade de financiamento da Casa Branca, o que tornará “difícil, se não impossível” que o governo pague os cerca de 55 mil milhões de dólares, relativos à despesa com a Segurança Social e com os sistemas de saúde e militar, já no dia 1 de Novembro.

 

O índice industrial Dow Jones encerrou a ceder 0,46%, fixando-se nos 15.258,04 pontos, e o Standard & Poor’s 500 recuou 0,4% para 1.691,67 pontos.

 

Por seu lado, o índice tecnológico Nasdaq desvalorizou 0,15% para 3.781,59 pontos.




Marketing Automation certified by E-GOI