Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banca ajuda PSI-20 a valorizar 0,33%; ParaRede dispara 29% (act)

As valorizações do Banco Comercial Português e do Banco BPI ajudaram o PSI-20 a crescer 0,33%, num dia em que as Bolsas europeias desceram. A maior subida pertenceu à ParaRede, que disparou 29,41%. A queda da PT impediu maiores ganhos.

Diogo Simão ds@mediafin.pt 03 de Junho de 2003 às 17:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As valorizações do Banco Comercial Português e do Banco BPI ajudaram o PSI-20 a crescer 0,33%, num dia em que as Bolsas europeias desceram. A maior subida pertenceu à ParaRede, que disparou 29,41%. A queda da PT impediu maiores ganhos.

O PSI20 [PSI20] fechou nos 5.813,53 pontos, com 11 acções a valorizar, três inalteradas e seis em queda. A Bolsa lisboeta revelou um aumento da liquidez, com sete emitentes a negociarem mais de um milhão de títulos.

O Banco Comercial Português (BCP) [BCP] e o Banco BPI [BPIN] foram os principais responsáveis pelo fecho em contra-ciclo com as principais praças europeias.

O banco liderado por Jardim Gonçalves avançou 1,38% para 1,47 euros e a instituição presidida por Artur Santos Silva fechou na cotação mais elevada desde Agosto do ano passado ao avançar 2,03% para 2,51 euros.

A ParaRede, empresa com menor peso no índice PSI-20, foi a que mais valorizou, ao disparar 29,41% devido ao ganho de quatro cêntimos, para 0,22 euros. Apesar de não se ter verificado qualquer grande passagem de títulos, a tecnológica negociou 5,23 milhões de acções, o equivalente a 4,22% do capital. A empresa divulgou ontem que espera atingir o «breakeven» ainda este ano, na sequência da operação harmónio aprovada em assembleia geral na sexta-feira.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] avançou 0,53% para 1,89 euros beneficiando das expectativas criadas em torno da integração do negócio de gás no perímetro da sua actividade e de negociar com direito a dividendo de 0,09 euros.

A quebra da Portugal Telecom limitou os ganhos do PSI-20. A operadora incumbente quebrou 1,23%, pressionada pelo andamento das congéneres europeias. O índice Dow Jones para o sector recuava 1,25%.

Outras Notícias