Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ganhos da banca e energia impulsionam bolsa nacional

A bolsa portuguesa está a beneficiar da subida dos sectores da banca e da energia. O destaque da sessão vai para o Banif, que soma 10% no dia em que serão divulgados mais pormenores sobre o aumento de capital.

Negócios 02 de Junho de 2014 às 10:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 34
  • ...

O PSI-20 encontra-se a valorizar 0,50% para 7.148,64 pontos. O índice português regista 12 acções a subir, quatro títulos a recuar e outras quatro cotadas inalteradas.

 

A banca e a energia estão a ser os principais impulsionadores da bolsa nacional. Os títulos do Banif estão em destaque, ao registar uma subida de 10,09% para 1,2 cêntimos, tendo já estado a ganhar mais de 13%.

 

Após a sessão desta segunda-feira, 2 de Junho, o banco liderado por Jorge Tomé irá apresentar os pormenores sobre o processo de aumento de capital, cujo período de subscrição terminou na sexta-feira, 30 de Maio. O presidente do banco indicou ao Negócios que a procura superou a oferta em 57,1 milhões de euros.

 

As restantes cotadas do sector também estão a subir, como é o caso do BCP, que avança 1,51% para 19,46 cêntimos, do BPI, que ganha 1,09% para 1,759 euros, e do BES, que aprecia 0,60% para 1,001 euros. Os direitos negociados no âmbito do aumento de capital do banco liderado por Ricardo Salgado estão a valorizar 5,22% para 14,1 cêntimos, um aumento de 54% sobre o preço teórico calculada com base no valor de fecho das acções a 26 de Maio. Em sentido contrário, as acções da Espírito Santo Financial Group recuam 1,08% para 2,75 euros.

 

O sector da energia também está a contribuir para a valorizar do PSI-20. As acções da REN estão a somar 1,03% para 2,744 euros, depois de na semana passada o Governo ter aprovado as condições para a oferta pública de venda sobre 11% da participação ainda pertencente ao Estado português.

 

Os títulos da EDP Renováveis estão a avançar 0,51% para 5,083 euros e os papéis da Galp Energia estão a crescer 0,15% para 13,02 euros. Em contra ciclo estão os títulos da EDP, que perdem 0,17% para 3,464 euros.

 

No sector do papel, os títulos da Semapa estão a apreciar 2,55% para 10,675 euros e as acções da Portucel estão a avançar 0,41% para 3,64 euros. Pelo contrário, os papéis da Altri estão a retrair 0,26% para 2,27 euros.

 

Na construção, as acções da Teixeira Duarte estão a subir 2,49% para 1,112 euros e os títulos da Mota-Engil estão a desvalorizar 0,62% para 5,267 euros, depois de na sessão de sexta-feira, 30 de Maio, ter avançado mais de 4%, na primeira negociação após a apresentação de resultado líquido de 7,3 milhões de euros no primeiro trimestre de 2014, mais 33% sobre o período homólogo de 2013.

 

Nas telecomunicações, os títulos da Portugal Telecom estão a somar 0,64% para 2,653 euros, enquanto os papéis da Zon Optimus estão inalterados nos 4,98 euros. As acções dos CTT estão a recuar 0,26% para 7,411 euros. Já as acções da Impresa seguem estáveis nos 1,70 euros.

 

No retalho, as acções da Sonae estão a avançar 0,47% para 1,292 euros. Os papéis da Jerónimo Martins estão inalterados nos 12,535 euros.

Ver comentários
Saber mais Bolsa PSI-20 Banif banca Euronext
Outras Notícias