Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banca e farmacêuticas pressionam Bolsas europeias; DAX desliza 1,59%

As Bolsas europeias encerram em queda, e o DJ Stoxx 50 caía pela terceira sessão consecutiva, regredindo 1,05%, arrastado pelos bancos e farmacêuticas. Na Bolsa de Frankfurt, o DAX caía 1,59% com o Deutsche Bank a decrescer 5,5%.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 07 de Outubro de 2002 às 17:13
  • Partilhar artigo
  • ...
As Bolsas europeias encerram em queda, e o DJ Stoxx 50 caía pela terceira sessão consecutiva, regredindo 1,05%, arrastado pelos bancos e farmacêuticas. Na Bolsa de Frankfurt, o DAX caía 1,59% com o Deutsche Bank a decrescer 5,5%.

O DJ Stoxx 50 descia 1,05% para os 2.331,06 pontos, na terceira sessão sucessivas a acumular perdas.

Em Frankfurt, o DAX [DAX] que ainda negoceia, depreciava 1,59% a cotar em 2.671,35 pontos. O Deutsche Bank caía 5,5% para 39,47 euros, o Hypovereinsbank regredia 7,3% nos 11,89 euros e o CommerzBank deslizava 9,9% para 5,46 euros, mínimo de 20 anos.

Na praça londrina, o FTSE 100 [UKX] caiu 0,86% nos 3.780,90 pontos, com a GlaxoSmithKline a descer 2,2%, após o UBS Warbug ter revisto em baixa a recomendação para o papel de «compra» para «manter». A operadora de telecomunicações British Telecom foi a mais penalizada do índice ao experimentar uma queda de 5,4%.

Em Paris, o banco Crédit Agricole desceu 7% para 14,41 euros, e a Vivendi Universal e Cap Gemini deslizaram ambas mais de 7%. O CAC 40 [CAC] desceu 1,17% a cotar em 2.733,56 pontos, com a farmacêutica Aventis a depreciar 2,7% para 54,65 euros.

Em Madrid, o IBEX 35 [IBEX] regrediu 0,63% nos 5.464,30 pontos. A Amadeus foi a mais penalizada em termos percentuais, escorregando 7,9% para 3,63 euros e segundo analistas citados pelas agências internacionais, penalizada pelo espectro de uma guerra entre os EUA e o Iraque que conduzia a uma redução na procura turística.

Em Amsterdão, o ABN Amro caiu 0,48% nos 10,45 euros, e o fabricante de equipamentos de «chips» ASML Holding afundou mais de 14%, com uma revisão da recomendação por parte do banco suíço UBS Warburg. O AEX caiu 1,76% nos 300,49 pontos.

Outras Notícias