Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banca inverte tendência e leva PSI-20 a perdas

A bolsa nacional inverteu a tendência positiva que vinha a marcar a sessão, com os principais bancos do índice a inverterem os ganhos que se vinham a verificar desde o início da semana. Perdas chegam aos 7% no sector.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 11 de Janeiro de 2013 às 11:56

O índice PSI-20 desvaloriza 0,36% para 6.068,81 pontos, com 11 cotadas a descer, uma a subir e oito a negociarem inalteradas. Entre as principais praças europeias a tendência também é negativa, depois de a China ter dado conta de um agravamento da inflação relativa a Dezembro.

 

Por cá, a cotada que mais pressiona é o Banco Espírito Santo (BES), que perde 6,96% para 1,07 euros, numa sessão em que os títulos chegaram a progredir 3,48% para renovar um máximos de Outubro nos 1,19 euros por acção. Antes de a sessão chegar a meio, foram transaccionadas mais de 34 milhões de acções, o que supera o dobro da média diária dos últimos seis meses de 18,7 milhões.

 

O BCP negoceia inalterado nos 0,09 euros, com 332,9 milhões de acções negociadas e o BPI perde 7,78% para 1,185 euros, com quase sete milhões de acções transaccionadas. Os títulos da banca têm negociado em forte alta desde o início da semana. A impulsionar esteve o regresso do BES ao mercado, bem como a notícia de que as regras de Basileia para a banca podem não ser tão exigentes para o sector.

 

O Espírito Santo Financial Group perde 0,55% para 5,46 euros e o Banif segue inalterado nos 0,141 euros.

 

Também a pressionar está a eléctrica EDP, que recua 1,22% para 2,339 euros, e a EDP Renováveis que desvaloriza 0,24% para 4,15 euros. A REN, que gere a rede eléctrica nacional, ganha 1,20% para 2,185 euros. A petrolífera Galp Energia avança 0,99% para 12,265 euros.

 

A contrariar uma maior queda do PSI-20 está a retalhista Jerónimo Martins, que sobe 1,19% para 14,855 euros.

Ver comentários
Saber mais Bolsa PSI-20 mercados banca
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio