Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP, Nos e Galp perdem mais de 2,5% e PSI-20 tropeça pela quarta sessão

A bolsa nacional destacou-se pela negativa no panorama europeu. A puxar para o vermelho estiveram a maioria das cotadas, entre elas as pesadas BCP, Nos e Galp.

A bolsa portuguesa tem sido incapaz de atrair novas empresas para o mercado de capitais português.
Miguel Baltazar
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 13 de Janeiro de 2021 às 16:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

A bolsa nacional fechou em queda, com o índice nacional, o PSI-20, a descer 0,69% para os 5.091,61 pontos, contando a quarta sessão de quebra consecutiva. Este registo foi proporcionado por 14 cotadas no vermelho, contra apenas quatro no verde.

 

A abalar o desempenho da bolsa lisboeta estão os pesos pesados BCP e Galp. O banco liderado por Miguel Maya perdeu 2,84% para os 13,36 cêntimos, enquanto a empresa de telecomunicações recuou 2,63% para os 3,03 euros e a petrolífera cedeu 2,59% para os 9,26 euros.

 

A Galp chegou a subir mas inverteu a trajetória, nesta que é a primeira sessão desde que foi anunciada uma mudança de CEO. Carlos Gomes da Silva está de saída da empresa e o cargo de presidente executivo será ocupado por Andy Brown, antigo diretor de "upstream" da Shell.

Em oposição, do lado dos ganhos destacou-se a Jerónimo Martins, que terminou na liderança das subidas. A retalhista somou 1,93% para os 14,77 euros, ainda assim uma valorização mais modesta que os 5,56% que chegou a exibir durante a sessão.

A Jerónimo Martins impôs-se no verde depois de ter reportado uma subida nas vendas relativas ao ano passado, com especial destaque para as operações na Polónia e na Colômbia. A empresa fechou 2020 com um aumento das vendas de 3,5% e faturou 19,3 mil milhões de euros, num ano marcado pelo "contexto particularmente difícil" da pandemia.

(Notícia atualizada às 16:52)

Ver comentários
Saber mais PSI-20 Europa cotadas Wall Street juros câmbio euro dólar matérias-primas petróleo ouro
Outras Notícias