Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP cai 3% e leva PSI-20 a acentuar perdas

O principal índice da praça de Lisboa segue a negociar em terreno negativo, pressionado sobretudo pelos títulos do BCP. No resto da Europa, o sentimento é igualmente negativo.

Bloomberg
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 09 de Setembro de 2014 às 13:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • 51
  • ...

O principal índice da praça nacional está a aprofundar as perdas. O PSI-20 segue a recuar 0,76% para 5.984,97 pontos, com 14 empresas em queda, três em alta e uma inalterada.

 

No resto da Europa, os principais índices seguem a negociar igualmente do lado das perdas. Esta evolução das principais praças do Velho Continente tem lugar numa altura em que os investidores estão de olhos postos nas sondagens relativas ao referendo na Escócia.

 

No próximo dia 18 de Setembro, a Escócia vai referendar se quer continuar no Reino Unido ou se quer ser independente. À medida que o "grande dia" se aproxima mais sondagens são divulgadas. Se no domingo, 7 de Setembro, uma sondagem publicada pelo jornal britânico Sunday Times dava conta de uma vitória daqueles que estavam a favor da independência da Escócia (o "sim" obteve 51% das intenções de voto e o "não" 49%), esta segunda-feira à noite, 8 de Setembro, foi revelado uma outra que vai em sentido contrário. Em comum têm o facto de as posições estarem muito próximas.

 

A sondagem da TNS desta segunda-feira mostra que o "não" obteve 39% das intenções de voto. E o "sim" 38% dos votos. Além disso, esta sondagem, e apesar de mostrar que o "não" reúne a maior fatia dos votos, revela que o "sim" à independência está a ganhar, cada vez mais, terreno.

 

Por cá, a pressionar a evolução do principal índice da praça nacional estão os títulos do BCP. O banco liderado por Nuno Amado desvaloriza 3,39% para 10,82 cêntimos, o BPI recua 0,77% para 1,542 euros e o Banif desce 1,12% para 0,0088 euros.

 

A penalizar a evolução do principal índice nacional está também a energia. A Galp Energia desce 0,85% para 13,45 euros, a EDP Renováveis desce 0,65% para 5,499 euros, a EDP cede 0,28% para 3,619 euros e a Ren desliza 0,29% para 2,722 euros.

 

Os CTT recuam 1,70% para 7,353 euros.

 

No retalho, a tendência é igualmente negativa, mas com desvalorizações inferiores a 0,50%. A Jerónimo Martins desce 0,44% para 10,105 euros e a Sonae cede 0,33% para 1,21 euros.

 

Por outro lado, a Portugal Telecom está a negociar em terreno positivo. As acções da operadora, que já estiveram a subir mais de 4% esta manhã a beneficiar da aprovação por parte dos accionistas da proposta de fusão com a brasileira Oi, seguem a somar 0,45% para 1,78 euros.

 

A Nos desce 0,99% para 4,52 euros.

Ver comentários
Saber mais bolsa PSI-20 banca Euronext
Outras Notícias