Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP cai mais de 5% e pressiona Euronext Lisbon; PT atinge novo máximo (act)

As acções do Banco Comercial Português fecharam hoje em queda de 5,38% - a maior desde Março de 2003 , depois do banco ter anunciado a interrupção da venda das unidades não vida da Seguros e Pensões, pressionando a Euronext Lisbon. O PSI-20 desceu 1,15% -

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 06 de Janeiro de 2004 às 17:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As acções do Banco Comercial Português fecharam hoje em queda de 5,38% - a maior desde Março de 2003 , depois do banco ter anunciado a interrupção da venda das unidades não vida da Seguros e Pensões, pressionando a Euronext Lisbon. O PSI-20 desceu 1,15% - na maior queda entre as bolsas europeias - com o novo máximo da Portugal Telecom a evitar maiores danos.

Na primeira sessão de 2004 que fechou em queda, o PSI-20 terminou a nos 6.820,74 pontos, com oito empresas a subir, dez a descer e as restantes inalteradas. A desvalorização do índice de acções nacional foi a maior entre as bolsas europeias.

O BCP [BCP] foi o principal responsável pela queda do índice, desvalorizando 5,38% para os 1,76 euros. O banco de Jardim Gonçalves registou hoje a maior queda percentual desde 19 de Março de 2003, dia que em que caiu 5,71%.

O banco foi penalizado pelo facto de ter ontem anunciado que foram interrompidas as negociações para a venda das unidades de seguros dos ramos reais da Seguros e Pensões, um facto que o mercado antecipava que fosse ser concluído ainda este mês.

«Pensamos que será melhor para o BCP vender (a Seguros e Pensões) mesmo que com uma pequena mais valia, do que não vender, dada a forte dependência do negócio segurador face aos mercados de capitais», escreve Cristina Viera da Fonseca, analista do Espírito Santo Research, no «Iberian Daily» de hoje.

Ainda a penalizar o índice a Electricidade de Portugal [EDP] desvalorizou 0,94% para os 2,11 euros. O Grupo Sonae corrigiu os ganhos das últimas sessões e a Sonae SGPS [SON] desceu 1,39% para os 0,71 euros, enquanto a Sonaecom [SNC] caiu 0,39% até aos 2,53 euros.

PT atinge máximos consecutivos e SAG avança 3,52%

A impedir maiores quedas no índice voltou a estar a Portugal Telecom [PTC], que somou 0,62% para os 8,17 euros, fixando novo máximo desde Abril de 2002 nos 8,20 euros. A operadora de telecomunicações registou a quarta sessão consecutiva de ganhos.

A Soluções Automóvel Globais [SAG] também contribuiu para a menor queda do PSI-20, verificando uma valorização de 3,52% até aos 1,47 euros. A importadora da VW para Portugal beneficiou da divulgação das vendas de automóveis em Dezembro, que denotaram uma subida de 18,4% no último mês de 2003, indiciando uma recuperação do sector.

Ainda a beneficiar o índice nacional as acções da Brisa [BRISA] cresceram 0,19% para os 5,34 euros, o Banco BPI [BPIN] somou 0,34% e o BES [BESNN] cresceu 0,31%.

A Cimpor [CIMP] desvalorizou 0,72% para os 4,11 euros, depois da Holcim ter alienado acções da empresa a 4,20 euros cada uma.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias