Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP e Galp animam bolsa nacional

A praça de Lisboa seguia a negociar em alta animada pelas valorizações do Banco Comercial Português (BCP) e da Galp Energia, numa altura em que a Cimpor e a Jerónimo Martins impediam o PSI-20 de acompanhar a dimensão de ganhos dos índices europeus. A bols

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 01 de Abril de 2008 às 14:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A praça de Lisboa seguia a negociar em alta animada pelas valorizações do Banco Comercial Português (BCP) e da Galp Energia, numa altura em que a Cimpor e a Jerónimo Martins impediam o PSI-20 de acompanhar a dimensão de ganhos dos índices europeus. A bolsa nacional subia 0,89%.

O índice de referência da bolsa portuguesa [PSI20] negociava nos 10.589,07 pontos, com 11 títulos em alta, seis em queda e três estáveis, enquanto os restantes "benchmarks" europeus registavam ganhos superiores a 1%, numa sessão em que domina o optimismo e as expectativas de que as piores notícias relacionadas com a crise no mercado de crédito imobiliário de alto-risco tenham chagado ao fim.

A petrolífera nacional [GALP PL] apreciava 1,26% para os 15,30 euros, depois de o Banesto ter iniciado a cobertura do título com um preço-alvo de 17,60 euros e uma recomendação de "overweight", destacando os projectos de exploração petrolífera da Galp no Brasil e em Angola.

Os restantes títulos do sector energético seguiam comportamentos opostos, com a Energias de Portugal (EDP) [EDP] a subir 0,26% para os 3,85 euros e a REN [RENE] a descer 0,29% para os 3,49 euros.

Também o BCP [BCP ]contribui para o bom desempenho do mercado accionista português seguindo em alta de 3,16% para os 2,125 euros. Apenas o BPI [BPIN] não acompanha o movimento de recuperação vivido pelo sector financeiro europeu negociando estável nos 3,35 euros. O Banco Espírito Santo (BES) [BESNN] ganhava 1,27% para os 11,15 euros.

A subir mais de 1% seguiam a Zon Multimédia [ZON] com um ganho de 1,46% para os 7,62 euros e a Sonae Indústria [SONI] com um avanço de 1,36% para os 4,46 euros. A Teixeira Duarte [TXDE] apreciava 2,65% para os 1,55 euros.

A Semapa [SEMA], que paga a partir de 9 de Abril o seu dividendo relativo aos exercícios de 2007, valorizava 3,83% para os 8,41 euros, enquanto a Mota-Engil [EGL] subia 3,33% para os 4,97 euros.

No lado das perdas transaccionavam a Soares da Costa [SCO] com uma queda de 0,64% para os 1,56 euros, a Cimpor [CIMP] com uma perda de 0,17% para os 5,73 euros e a Jerónimo Martins [JMAR] com um declínio de 0,20% para os 5,08 euros.

Fora do PSI-20, a Impresa [IPR] avançava 4,70% para os 1,56 euros suportada na expectativa de uma continuação na recuperação das audiências, a ParaRede valorizava 5,88% para os 0,18 euros e a Novabase somava 5,70% para 3,34 euros. O Millennium bcp investimento reiniciou a cobertura das acções da Novabase atribuindo um preço-alvo de 4,35 euros e uma recomendação de "comprar", o que estava a animar o título.

Outras Notícias