Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP impulsiona BVLP a meio da sessão

A Bolsa nacional seguia a ganhar, impulsionada pelo Banco Comercial Português (BCP), que ganhava 1,6%, com as empresas de tecnologias, media e telecomunicações (TMT) a registarem também subidas. O PSI20 e o PSI30 progrediam ambos 0,28%.

João Mata 24 de Agosto de 2001 às 13:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa nacional seguia a ganhar, impulsionada pelo Banco Comercial Português (BCP), que ganhava 1,6%, com as empresas de tecnologias, media e telecomunicações (TMT) a registarem também subidas. O PSI20 e o PSI30 progrediam ambos 0,28%.

O PSI20 [PSI20], principal índice da Bolsa de Valores de Lisboa e Porto (BVLP), estava nos 7.681,93 pontos e o PSI30 marcava 3.566,28 pontos, enquanto o Euro Stoxx 50, que agrega as 50 maiores empresas europeias em termos de capitalização bolsista, apreciava 1,17% para os 3.716,25 pontos.

A liquidez do mercado, em termos de valor, situava-se nos 24 milhões de euros (4,81 milhões de contos), um nível que «continua fraco, apesar de ser ligeiramente acima do verificado ontem», segundo afirmou Miguel Cruz, corretor da CIP Broker.

O BCP [BCP] ganhava 1,14% para os 4,43 euros (888 escudos), depois de ontem ter registado a maior valorização percentual das últimas 52 semanas, ao avançar mais de 4%.

«O BCP está a corrigir bem as fortes quebras de sessões anteriores. Aquela aquisição possível na Turquia (do Sitebank) parece que não foi vista com tão maus olhos pelo mercado, já que se trata de um país perto da União Europeia (UE) e de um mercado com possibilidades de expansão», defendeu o mesmo operador.

O BCP confirmou esta semana ao Negocios.pt que levantou, para análise, os documentos sobre o Sitebank, um banco turco em dificuldades financeiras e que será alienado brevemente, referindo também que está a estudar o mercado turco no geral.

As subsidiárias da Portugal Telecom (PT) seguiam a subir, com a PT Multimedia (PTM) [PTM] a crescer 1,88% para os 9,20 euros (1.844 escudos) e a PTM.com [PTD] a progredir 2,4% para os 2,56 euros (513 escudos).

Em sentido contrário seguia a casa mãe do grupo liderado por Murteira nabo, a PT [PLTM], que registava uma queda de 0,69%, para transaccionar nos 7,24 euros (1.451 escudos).

A Impresa [IPR], grupo de media de Pinto Balsemão, valorizava 1,6% para os 2,54 euros (509 escudos) e a Novabase [NBA], empresa de tecnologias da informação (TI), subia 0,51% para os 9,80 euros (1.965 escudos), em linha com as suas congéneres europeias, depois da norte-americana Cisco [CSCO] ter afirmado que as suas vendas estão a decorrer em linha com o esperado e que o negócio começa a estabilizar.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias