Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP sobe mais de 1% após reiterar que não há decisão sobre aumento de capital

O BCP está a somar mais de 1% depois na sessão de ontem ter perdido mais de 6%. A Bloomberg avançou esta quinta-feira que o banco estaria a preparar um aumento de capital. Porém, o BCP assegura que nenhuma decisão foi tomada.

Bruno Simão/Negócios
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 13 de Junho de 2014 às 09:54
  • Partilhar artigo
  • 44
  • ...

O Banco Comercial Português (BCP) está, nesta última sessão da semana, a recuperar das perdas registadas na recta final da sessão desta quinta-feira, 12 de Junho. O BCP segue a somar 1,39% para 18,13 cêntimos depois de ontem ter encerrado a cair 6,14%. Para já, nesta sexta-feira, já trocaram de mãos mais de 45 milhões de acções enquanto a média dos últimos seis meses é de 167 milhões.

 

Esta evolução dos títulos da instituição liderada por Nuno Amado está relacionada com notícias que apontam para um eventual aumento de capital. Ontem, por volta das 15h30, a agência Bloomberg escrevia que o banco estaria a preparar um aumento de capital entre 1.500 milhões e 2.000 milhões de euros. Esta agência avançava ainda que o JPMorgan e o Deutsche Bank estariam a preparar esta operação que poderia ter lugar ainda este mês.

 

No entanto, pouco depois do fecho do mercado nacional, fonte oficial do BCP revelou ao Negócios que o banco "não tomou qualquer decisão sobre o aumento de capital". No entanto, admitiu que a instituição tem a obrigação de "estudar alternativas que criem valor para os seus accionistas".

 

Depois de no passado dia 5 de Junho, o Governo português ter aprovado, em Conselho de Ministros, um regime que permite aos bancos converter impostos diferidos em créditos fiscais, crescia entre casas de investimento nacionais a hipótese de o BCP avançar para um aumento de capital.

 

Na sequência das notícias de ontem, a unidade de "research" do BPI considera – numa nota de análise a que o Negócios teve acesso – que esta potencial operação tem um impacto negativo. "Ainda que a possibilidade de um aumento de capital não seja novidade, o intervalo [entre 1.500 milhões e 2.000 milhões de euros] referido pela Bloomberg abre a possibilidade para um montante mais elevado do que se esperava", aponta o banco de investimento.

 

"Acreditamos que qualquer possível aumento de capital terá a intenção de acelerar o pagamento dos CoCos. A este respeito, acreditamos que um cenário de um aumento de capital de dois mil milhões de euros pode permitir ao banco pagar a totalidade dos Cocos antes do final de 2014", acrescenta a unidade de investimento do BPI.

 

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

Ver comentários
Saber mais Banco Comercial Português BCP Nuno Amado Deutsche Bank Negócios aumento de capital
Outras Notícias