Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BES em ex-dividendo ofusca ganhos da EDP

A bolsa nacional cai 0,13%, pressionada essencialmente pelos títulos do BES, cuja descida devido ao facto de negociar em ex-dividendo, está a ofuscar os ganhos da EDP. As principais praças europeias negoceiam a baixa, com excepção para o índice espanhol.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 13 de Abril de 2010 às 10:05
  • Partilhar artigo
  • ...
A bolsa nacional cai 0,13%, pressionada essencialmente pelos títulos do BES, cuja descida devido ao facto de negociar em ex-dividendo, está a ofuscar os ganhos da EDP. As principais praças europeias negoceiam a baixa, com excepção para o índice espanhol.

O índice principal (PSI-20) negoceia nos 8.288,04 pontos, com oito cotadas a subir e 12 a descer. Os principais índices europeus negoceiam em queda ligeira, num dia em que os investidores estão a antecipar o resultado da primeira colocação de dívida grega no mercado, depois do anúncio do pacote de ajudas à Republica Helénica.

Por cá são os títulos do BES os que mais pressionam, com o banco liderado por Ricardo Salgado a descer 2,86% para 4,045 euros, a ajustar à entrada em ex-dividendo. Nas últimas duas sessões, o banco valorizou 5,2% com os investidores a comprarem os títulos do banco para terem direito ao dividendo.

Já o BCP desce 0,48% para 0,838 euros, depois de ter aprovado em Assembleia Geral de Accionistas alterações estatutárias que passam a permitir aos seus accionistas deter até 20% dos direitos de voto, em vez dos anteriores 10%. Uma medida que já era antecipada pelos mercados, segundo os analistas. Já os títulos do BPI descem 0,10% para 1,973 euros.

Destaque pela positiva para a EDP, que aprecia 1,46% naquele que é o quinto dia de ganhos nas últimas seis sessões. A cotada liderada por António Mexia acumula uma valorização de 4,1% nas últimas três sessões.

Já a sua participada EDP Renováveis desce 0,87% para 5,905 euros, depois de ter divulgado que assinou um contrato com duas instituições norte-americanas para a venda dos certificados verdes que vier a ganhar com a geração de energia eólica do parque Marble River. Esta notícia é considerada “positiva” pelos analistas, que dizem que permite à cotada “monetizar” parte dos benefícios fiscais a que tem direito nos Estados Unidos.

A Galp Energia inverteu a tendência de perdas do início da sessão e segue agora a impedir uma maior queda do índice, ao valorizar 0,33% para 13,59 euros. A concessionária Brisa avança 0,32% para 6,501 euros e também é das cotadas que mais contraria as descidas.



Ver comentários
Outras Notícias